Liturgia diária, Vós também ficai preparados! - Lc 12,39-48

29ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

23 de outubro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, leva-me a tomar consciência de que muito será exigido de mim, pois muito me foi dado. Que minha vida seja compatível com minha condição de discípulo do teu Reino.

PRIMEIRA LEITURA: Rm 6,12-18

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos

Irmãos, 12que o pecado não reine mais em vosso corpo mortal, levando-vos a obedecer às suas paixões. 13Não ofereçais mais vossos membros ao pecado como armas de iniquidade. Pelo contrário, oferecei-vos a Deus como pessoas vivas, isto é, como pessoas que passaram da morte à vida, e ponde vossos membros ao serviço de Deus como armas de justiça.
14De fato, o pecado não vos dominará, visto que não estais sob o regime da Lei, mas sob o regime da graça. 15Então, iremos pecar, porque não estamos sob o regime da Lei, mas sob o regime da graça?
De modo algum! 16Acaso não sabeis que, oferecendo-vos a alguém como escravos, sois realmente escravos daquele a quem obedeceis, seja escravos do pecado para a morte, seja escravos da obediência para a justiça?
17Graças a Deus que vós, depois de terdes sido escravos do pecado, passastes a obedecer, de coração, aos ensinamentos, aos quais fostes entregues. 18Libertados do pecado, vos tornastes escravos da justiça

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 123(124)

       — Nosso auxílio está no nome do Senhor.
— Nosso auxílio está no nome do Senhor.

— Se o Senhor não estivesse ao nosso lado, que o diga Israel neste momento; se o Senhor não estivesse ao nosso lado quando os homens investiram contra nós, com certeza nos teriam devorado no furor de sua ira contra nós.

— Então as águas nos teriam submergido, a correnteza nos teria arrastado, e então, por sobre nós teriam passado essas águas sempre mais impetuosas. Bendito seja o Senhor, que não deixou cairmos como presa de seus dentes!

— Nossa alma como um pássaro escapou do laço que lhe armara o caçador; o laço arrebentou-se de repente, e assim nós conseguimos libertar-nos. O nosso auxílio está no nome do Senhor, do Senhor que fez o céu e a terra!

EVANGELHO: Lc 12,39-48

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 39“Ficai certos: se o dono da casa soubesse a hora em que o ladrão iria chegar, não deixaria que arrombasse a sua casa. 40Vós também ficai preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que menos o esperardes”.
41Então Pedro disse: “Senhor, tu contas esta parábola para nós ou para todos?” 42E o Senhor respondeu: “Quem é o administrador fiel e prudente que o senhor vai colocar à frente do pessoal de sua casa para dar comida a todos na hora certa? 43Feliz o empregado que o patrão, ao chegar, encontrar agindo assim! 44Em verdade eu vos digo: o senhor lhe confiará a administração de todos os seus bens. 45Porém, se aquele empregado pensar: ‘Meu patrão está demorando’, e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, 46o senhor daquele empregado chegará num dia inesperado e numa hora imprevista, ele o partirá ao meio e o fará participar do destino dos infiéis.
47Aquele empregado que, conhecendo a vontade do senhor, nada preparou, nem agiu conforme a sua vontade, será chicoteado muitas vezes. 48Porém, o empregado que não conhecia essa vontade e fez coisas que merecem castigo, será chicoteado poucas vezes. A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

As recomendações de Jesus no caminho para Jerusalém mostram seu amor e seu interesse por nós. Ele quer o nosso bem e a nossa salvação. Portanto, diz ele, “estejam preparados. O Filho do Homem que é ele mesmo virá a qualquer momento”. Jesus se refere à sua vinda final, quando virá julgar os vivos e os mortos. Não sabemos quando será nem como será. Sabemos, porém, que há uma vinda anterior, na hora da nossa morte, quando ele virá nos buscar e nos levar para a casa do Pai. Venha quando vier, venha quando quiser, ele nos encontrará fazendo o bem.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Ter um tempo reservado para a oração é indispensável para manter-se vigilante. A meditação, ou um momento de pausa em que orientamos nosso ser interior para os objetivos a que nos propomos, pode fazer uma enorme diferença na vida. Mas, para isso, é necessário que seja algo regular, e não esporádico. Precisamos nos habituar a vigiar o que entra e o que sai de nós. Essa é, inclusive, uma graça a ser pedida constantemente.
“Pai querido, a vida é feita de muitas surpresas. Algumas nos alegram, outras nos entristecem. Dá-nos lucidez para acolher umas e outras como parte de nosso aprendizado. Capacita-nos para uma conduta filial e fraterna. Que a tua chegada nos encontre sempre preparados para as surpresas da tua pedagogia amorosa. Amém.”

Leitura (Verdade)
Jesus nos adverte de que é preciso vigiar, planejar e ser fiel.
“A atitude vigilante centra-se no dono da casa, que deve impedir o roubo dos seus bens. O dono da casa não está sozinho: conta com seus administradores, que precisam ser fiéis e atentos. Como na parábola dos talentos, o senhor recompensará de maneira extraordinária a dedicação. Na mesma parábola aparece a figura do preguiçoso que enterrou o talento do seu senhor. No dia a dia, na família, na comunidade cristã, existem muitos desafios. A obra nunca estará terminada e as necessidades podem mudar. Reino de Deus é também nosso. Somos os seus administradores, e dos administradores se exige que sejam fiéis. E nunca sabemos quando o Filho do Homem vai chegar, qual a hora do ladrão” (Frei Aldo Colombo, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Para crescer na vida espiritual e colher frutos, precisamos criar raízes, como na parábola do semeador de Cristo. E, a fim de criar raízes, precisamos ter vigilância, constância e fidelidade em nossa oração diária e no cultivo interior.

Oração (Vida)
Por isso, vivendo a vigilância da fé, eleve sua alma ao Senhor.
“Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada! Vossa verdade me oriente e me conduza, porque sois o Deus da minha salvação! O Senhor é piedade e retidão e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes na justiça e aos pobres Ele ensina o seu caminho. Verdade e amor são os caminhos do Senhor para quem guarda sua Aliança e seus preceitos. O Senhor se torna íntimo aos que o temem e lhes dá a conhecer sua Aliança” (Salmo 24).

Contemplação (Vida e Missão)
Com a Palavra de Deus na mente e no coração, que atitude você se propõe viver hoje?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

[apss_share]