Liturgia diária Vinde, benditos de meu Pai!

1ª Semana da Quaresma – Ano Litúrgico A

02 de março de 2020

Deseja ler a liturgia diária do dia 01 de março Clique aqui

ORAÇÃO DO DIA

Pai, reforça minha disposição para amar e servir meus semelhantes, sobretudo, os mais pobres e marginalizados. Esta será a única forma de me preparar para o encontro com Jesus.

PRIMEIRA LEITURA: Lv 19,1-2.11-18

Leitura do Livro do Levítico – 1O Senhor falou a Moi­sés, dizendo: 2“Fala a toda a comunidade dos filhos de Israel, e dize-lhes: Sede santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo.
11Não furteis, não digais mentiras, nem vos enganeis uns aos outros. 12Não jureis falso por meu nome, profanando o nome do Senhor teu Deus. Eu sou o Senhor.
13Não explores o teu próximo nem pratiques extorsão contra ele. Não retenhas contigo a diária do assalariado até o dia seguinte. 14Não amaldiçoes o surdo, nem ponhas tropeço diante do cego, mas temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor. 15Não cometas injustiças no exercício da justiça; não favoreças o pobre nem prestigieis o poderoso. Julga teu próximo conforme a justiça.
16Não sejas um maldizente entre o teu povo. Não conspires, caluniando-o, contra a vida do teu próximo. Eu sou o Senhor. 17Não tenhas no coração ódio contra teu irmão. Repreende o teu próximo, para não te tornares culpado de pecado por causa dele.
18Não procures vingança, nem guardes rancor aos teus compatriotas. Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 19B(18B)

          — Ó Senhor, vossas palavras são espírito e vida!
— Ó Senhor, vossas palavras são espírito e vida!

— A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes.

— Os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao coração. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz.

— É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.

— Que vos agrade o cantar dos meus lábios e a voz da minha alma; que ela chegue até vós, ó Senhor, meu Rochedo e Redentor!

EVANGELHO: Mt 25,31-46

        – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 31“Quando o Filho do Homem vier em sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso. 32Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 33E colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. 34Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde benditos de meu Pai! Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! 35Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me rece­bestes em casa; 36eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar’. 37Então os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Com sede e te demos de beber? 38Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? 39Quando foi que te vimos doente ou preso, e fomos te visitar?’ 40Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo, que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!’ 41Depois o Rei dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Afastai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno, preparado para o diabo e para os seus anjos. 42Pois eu estava com fome e não me destes de comer; eu estava com sede e não me destes de beber; 43eu era estrangeiro e não me recebestes em casa; eu estava nu e não me vestistes; eu estava doente e na prisão e não fostes me visitar’. 44E responderão também eles: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, ou com sede, como estrangeiro, ou nu, doente ou preso, e não te servimos?’ 45Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo, todas as vezes que não fizestes isso a um desses pequeninos, foi a mim que não o fizestes!’ 46Portanto, estes irão para o castigo eterno, enquanto os justos irão para a vida eterna”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Uma boa sugestão para o início e para todo o Tempo da Quaresma, senão para a vida toda, é praticar as obras de misericórdia. Elas tornam a nossa Quaresma mais autêntica e lhe dão mais significado, além de abrirem para nós as portas do céu. São obras corporais de misericórdia dar de comer a quem tem fome, dar de beber a quem tem sede, vestir os nus, dar pousada aos peregrinos, auxiliar os enfermos, visitar os presos, enterrar os mortos. Obras espirituais de misericórdia são dar bom conselho, ensinar os ignorantes, corrigir os que erram, consolar os tristes, perdoar as injúrias, suportar com paciência as fraquezas do próximo, rogar a Deus pelos vivos e pelos falecidos. O que poderíamos fazer em favor dos moradores de rua, respeitando a sua liberdade? Num país como o nosso, no qual a educação é tão precária, como realizar a boa obra de ensinar os ignorantes? Ainda temos analfabetos que se tornam presa fácil de espertos e exploradores. Quais as obras de misericórdia que estão ao meu alcance e que eu posso começar a praticar hoje mesmo?

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
É um novo dia. A Palavra de Deus é sempre nova. Volto a me recolher…, e vou para meu deserto, como Jesus, para jejuar, vigiar e orar. Hoje quero estar em comunhão com meu povo, escutar e assimilar a Palavra deste Evangelho, lado a lado com meu irmão (ã) mais próximo (a).
Oro com a fé de Paulo: “Tudo posso naquele que me dá força!”(Fl 4,13).

Leitura (Verdade)
Observo as condições que Jesus coloca para receber a benção do Pai em seu Reino. Observo os verbos e os destinatários das ações exigidas.
“O cenário majestoso apresentado por Mateus lembra o profeta Daniel com os elementos por ele usados: o Filho do homem, a glória futura e o trono. Não será Deus, puro espírito, que presidirá o Juízo Final. Será Jesus Cristo, nosso irmão de caminhada. O julgamento não será por nações, mas individualmente, com as ovelhas e OS cabritos, assumindo o lugar que escolheram no tempo. O julgamento de Deus acontece agora. Jesus se identifica com os mais pobres e sofridos. A salvação passa por ai. Neste ângulo não podemos pensar que Deus nos julgará. Cada um de nós escolhe o lugar, à direita ou à esquerda. A morte tornará definitiva nossa escolha. A graça de Deus tudo faz para que nossa escolha não seja infeliz.” ( Viver a Palavra 2020 – Frei Aldo Colombo –Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que este texto fala para mim? Para que lado me levam as escolhas que faço nas relações fraternas e sociais? Que sentimentos brotam em mim se essa fosse a hora do julgamento final?
Oração (Vida)
Oração da Campanha da Fraternidade 2020
Deus, nosso Pai, fonte da vida e princípio do bem viver, criastes o ser humano e lhe confiastes o mundo, como um jardim a ser cultivado com amor.,
Dai-nos um coração acolhedor para assumir a vida como dom e compromisso.
Abri nossos olhos para ver, as necessidades dos nossos irmãos e irmãs, sobretudo dos mais pobres e marginalizados.
Contemplação (Vida e Missão)
Meditar: no anoitecer da vida seremos julgados pelo amor. Proponho-me alguma ação concreta dentro dos objetivos da Campanha da Fraternidade 2020. (Texto base pg. 19-20).

Bênção
Benção especial da Quaresma

  • Deus Pai de misericórdia, conceda a todos, como concedeu ao filho pródigo, a alegria do retorno a casa. Amém.
  • O Senhor Jesus Cristo, modelo de oração e de vida, nos guie nesta jornada quaresmal a uma verdadeira conversão. Amém.
  • O Espírito de sabedoria e fortaleza nos sustente na luta contra o mal, para podermos com Cristo celebrar a vitória da Páscoa. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.
    Ir. Carmen Maria Pulga