Liturgia diária, Eu sou a videira e vós, os ramos! - Jo 15,1-8

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos com uma divida acumulada. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. .Clique aqui

5ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico A

13 de maio de 2020

ORAÇÃO DO DIA

Pai, reforça minha união com teu Filho Jesus, de quem dependo para produzir os frutos que esperas de mim.

PRIMEIRA LEITURA: At 15,1-6

Leitura dos Atos dos Apóstolos – 1Naqueles dias, chegaram alguns da Judeia e ensinavam aos irmãos de Antioquia, dizendo: “Vós não podereis salvar-vos, se não fordes circuncidados, como ordena a Lei de Moisés”. 2Isto provocou muita confusão, e houve uma grande discussão de Paulo e Barnabé com eles. Finalmente, decidiram que Paulo, Barnabé e alguns outros fossem a Jerusalém, para tratar dessa questão com os apóstolos e os anciãos.
3Depois de terem sido acompanhados pela comunidade, Paulo e Barnabé atravessaram a Fenícia e a Samaria. Contaram sobre a conversão dos pagãos, causando grande alegria entre todos os irmãos.
4Chegando a Jerusalém, foram recebidos pelos apóstolos e os anciãos, e narraram as maravilhas que Deus tinha realizado por meio deles. 5Alguns dos que tinham pertencido ao partido dos fariseus e que haviam abraçado a fé levantaram-se e disseram que era preciso circuncidar os pagãos e obrigá-los a observar a Lei de Moisés. 6Então, os apóstolos e os anciãos reuniram-se para tratar desse assunto.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 122(121)

       — Que alegria, quando me disseram: Vamos à casa do Senhor!
— Que alegria, quando me disseram: Vamos à casa do Senhor!

— Que alegria, quando ouvi que me disseram: “Vamos à casa do Senhor!” E agora nossos pés já se detêm, Jerusalém, em tuas portas.

— Jerusalém, cidade bem edificada num conjunto harmonioso; para lá sobem as tribos de Israel, as tribos do Senhor.

— Para louvar, segundo a lei de Israel, o nome do Senhor. A sede da justiça lá está e o trono de Davi.

EVANGELHO:Jo 15,1-8

        – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 1“Eu sou a videira verdadeira e meu Pai é o agricultor. 2Todo ramo que em mim não dá fruto ele o corta; e todo ramo que dá fruto, ele o limpa, para que dê mais fruto ainda. 3Vós já estais limpos por causa da palavra que eu vos falei. 4Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira, assim também vós não podereis dar fruto, se não permanecerdes em mim.
5Eu sou a videira e vós os ramos. Aquele que permanece em mim e eu nele, esse produz muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. 6Quem não permanecer em mim, será lançado fora como um ramo e secará. Tais ramos são recolhidos, lançados no fogo e queimados. 7Se permanecerdes em mim e minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes e vos será dado. 8Nisto meu Pai é glorificado: que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

O pecado está nas instituições e estruturas humanas. Não sendo necessárias, são relativas, podendo ser atualizadas e ativadas pelo Espírito, para o bem de todos, dentro e fora da Igreja. Vestes e títulos são relativos. Tanto podem servir para a glória de Deus e a alegria dos fiéis como para alimentar a inclinação para a soberba e o poder. O que importa verdadeiramente é permanecer unido a Jesus Cristo como o ramo na videira. Cortado, separado, ele seca e não produz frutos. Isto é necessário, permanecer em Cristo. O resto é relativo, aumenta a graça ou estimula a vaidade. Discussões sempre haverá, assim como discordância, até que se chegue a uma visão comum do que deve ser definido. Intuição perfeita, só Deus tem. Consta no Livro dos Atos que, em Jerusalém, se reuniram, em busca de um consenso, homens de Deus com opiniões divergentes.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Dia de Nossa Senhora de Fátima.

No Evangelho que vamos meditar, Jesus nos convida a permanecermos nele para podermos produzir frutos, pois sem Ele nada podemos fazer. Permanecer no Senhor significa acolher sua Palavra e deixar-se guiar por ela, para que nossas ações e toda a nossa vida manifestem o Reino.
Rezemos: “Divino Espírito Santo, necessitamos muito de vossa ajuda para conhecer o caminho que devemos seguir. Temos necessidade de Vós, para que o nosso coração, inundado pela vossa consolação, se abra e que, muito além das palavras e dos conceitos, possamos perceber a vossa presença. Iluminai a nossa mente, movei o nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém.”

Leitura (Verdade)
= Faça uma leitura atenta e destaque as palavras que se repetem. Existe relação entre elas? Como você entende a afirmação de Jesus: “Permanecei em mim e eu permanecerei em vós”? O que significam as palavras de Jesus: “Eu sou a videira e vós, os ramos”?

“Envolvido num mundo agropastoril, Jesus privilegia as comparações com a natureza. No Antigo Testamento, Isaías fala das vinhas que produziam frutos amargos. A vinha simboliza o Reino. O próprio Jesus fala dos vinhateiros infiéis. No texto de hoje, ele assume a figura da videira. Ele mesmo é a videira, o Pai é o agricultor e os discípulos, os ramos. Ele nos confia o segredo do êxito: ramos unidos com o tronco. “Sem mim nada podeis fazer”, dirá ele em outra ocasião. O ramo é uma experiência comunitária: um gomo passa a outro a seiva da vida. A parábola de Jesus nos alerta sobre dificuldades. É a figura da poda, que gera sofrimentos, mas que garante a colheita. A dor, que não parte de Deus, nos ajuda no amadurecimento”. (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que a Palavra me comunica neste dia? O que significa Jesus ser a videira e nós, os ramos? Como é minha relação com o Senhor? Permaneço em sua Palavra? Confio que com Ele posso realizar a missão de ser construtor(a) do Reino? Qual é a implicação da afirmação de Jesus: “Se permanecerdes em mim, e minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será dado”?

Oração (Vida)
Agradeça tudo o que a Palavra lhe permitiu compreender e vivenciar do mistério de Cristo e apresente ao Senhor a oração que brotou em seu coração durante a leitura orante.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual é a aplicação da Palavra em sua vida? O que você se propõe a viver? Como pretende atingir esse propósito?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Confira a Homilia do 4º. Domingo da Páscoa – A.Clique aqui

[apss_share]