Oração diária, Senhor, até os demônios nos obedecem por causa do teu nome... - Lc 10,17-24

26ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

05 de outubro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, por ter meu nome inscrito no céu e por estar unido a ti, única fonte de vida e de libertação, ajuda-me a lutar contra o mal que mantém a humanidade cativa do egoísmo.

PRIMEIRA LEITURA: Br 4,5-12.27-29

Leitura do Livro de Baruc – 5Coragem, meu povo, que sois a lembrança viva de Israel: 6fostes vendidos às nações, mas não para serdes exterminados; por terdes provocado a ira de Deus é que fostes entregues aos inimigos. 7Exasperastes aquele que vos criou, oferecendo sacrifícios aos demônios, e não a Deus.
8Esquecestes o Deus que vos alimentou, o Deus eterno, e entristecestes aquela que vos nutriu, Jerusalém. 9Ela viu desabar sobre vós a ira de Deus e disse: “Escutai, vizinhas de Sião: Deus fez cair sobre mim uma grande aflição. 10Eu vi o cativeiro de meus filhos e filhas, que o eterno lhes infligiu. 11Eu os havia criado com alegria; com lágrimas e luto os vi partir. 12Ninguém se alegre por ver-me viúva e abandonada por muitos! Por causa dos pecados de meus filhos, fiquei deserta; eles se desviaram da lei de Deus.
27Animai-vos, meus filhos, e clamai a Deus; ele, que vos fez sofrer, há de lembrar-se de vós. 28Como por livre vontade vos desviastes de Deus, agora, voltando, buscai-o com zelo dez vezes maior; 29aquele que trouxe sofrimento para vós, para vós trará, com a vossa salvação, eterna alegria.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 68(69)

— Nosso Deus atende a prece dos seus pobres.
— Nosso Deus atende a prece dos seus pobres.

— Humildes, vede isto e alegrai-vos: o vosso coração reviverá, se procurardes o Senhor continuamente! Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres, e não despreza o clamor de seus cativos. Que céus e terra glorifiquem o Senhor com o mar e todo ser que neles vive!

— Sim, Deus virá e salvará Jerusalém, reconstruindo as cidades de Judá, onde os pobres morarão, sendo seus donos. A descendência de seus servos há de herdá-las, e os que amam o santo nome do Senhor dentro delas fixarão sua morada!

EVANGELHO: Lc 10,17-24

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 17os setenta e dois voltaram muito contentes, dizendo: “Senhor, até os demônios nos obedeceram por causa do teu nome”.
18Jesus respondeu: “Eu vi Satanás cair do céu, como um relâmpago. 19Eu vos dei o poder de pisar em cima de cobras e escorpiões e sobre toda a força do inimigo. E nada vos poderá fazer mal. 20Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem. Antes, ficai alegres porque vossos nomes estão escritos no céu”.
21Naquele momento, Jesus exultou no Espírito Santo e disse: “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
22Tudo me foi entregue pelo meu Pai. Ninguém conhece quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém conhece quem é o Pai, a não ser o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”.
23Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: “Felizes os olhos que veem o que vós vedes! 24Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo, e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo, e não puderam ouvir”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

A verdadeira alegria nos é dada pela certeza de que o nosso nome está escrito no céu. Isso deve nos alegrar mais do que as coisas maravilhosas que podemos fazer nesta terra. O que escreve o nosso nome no céu não é pisar em cobras e expulsar demônios. O que escreve nosso nome no céu é o amor simples e desinteressado, nossa presença silenciosa e prestativa junto a qualquer irmão ou irmã, sobretudo os mais esquecidos e abandonados. Deus revela o valor das pequenas ações aos pequeninos, e Jesus louva a Deus por isso. São os pequenos e humildes que desvendam o mistério de Deus revelado por Jesus em sua encarnação. Afinal, esse Jesus que está no meio de seu povo é o próprio Deus.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Jesus concede aos discípulos todo o poder contra as forças do mal e a alegria da missão quando cumprida, com amor, em seu nome. Rezemos: “Deus de misericórdia, que enviaste o teu Filho Jesus Cristo e nos sustentas com a força do Espírito Santo, ensina-nos a caminhar juntos. A exemplo de Maria, nossa Mãe, sejamos, em toda parte, testemunhas proféticas da alegria do Evangelho. Amém.”

Leitura (Verdade)
Qual a fonte da verdadeira alegria do discípulo de Jesus? Quem são os felizes, os bem-aventurados, neste texto?

Meditação (Caminho)
A meditação nos ajuda a perceber e aprofundar o que o texto nos diz. Leia novamente o Evangelho. Quem são os bem-aventurados, os felizes aos olhos do Pai?
“Por vezes, o desânimo e a apatia nos fazem permanecer na zona de conforto ou limitados na pastoral da manutenção. Isto significa que não confiamos na Palavra e no poder milagroso da semente. Mais: temos pressa demais, queremos resultados do dia para a noite. Os 72 voltaram cheios de alegria pelo sucesso obtido pela força do Senhor. As forças do mal tiveram de bater em retirada. Para evitar o perigo da vaidade, Jesus garante que seus nomes estão inscritos no céu. Naquele tempo, os cidadãos indignos ou desertores tinham seus nomes apagados do registro da cidade. É preciso ressaltar que os 72 partiram em nome do Senhor, com simplicidade e com meios pobres. Assim prepararam o caminho aonde ele devia ir” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
“Virgem e Mãe Maria, vós que, movida pelo Espírito, acolhestes o Verbo da vida na profundidade da vossa fé humilde, totalmente entregue ao Eterno, ajudai-nos a dizer o nosso ‘sim’ perante a urgência, mais imperiosa do que nunca, de fazer ressoar a Boa Nova de Jesus. Vós, cheia da presença de Cristo, levastes a alegria a João Batista, fazendo-o exultar no seio de sua mãe. Vós, estremecendo de alegria, cantastes as maravilhas do Senhor. Vós, que permanecestes firme diante da Cruz com uma fé inabalável, e recebestes a jubilosa consolação da ressurreição, reunistes os discípulos à espera do Espírito para que nascesse a Igreja evangelizadora. Alcançai-nos agora um novo ardor de ressuscitados para levar a todos o Evangelho da vida que vence a morte. Dai-nos a santa ousadia de buscar novos caminhos para que chegue a todos o dom da beleza que não se apaga. Estrela da nova evangelização, ajudai-nos a refulgir com o testemunho da comunhão, do serviço, da fé ardente e generosa, da justiça e do amor aos pobres, para que a alegria do Evangelho chegue até aos confins da terra e nenhuma periferia fique privada da sua luz. Mãe do Evangelho vivente, manancial de alegria para os pequeninos, rogai por nós. Amém. Aleluia!” (Papa Francisco).

Contemplação (Vida e Missão)
A exemplo de Maria, vamos ao encontro de nossos irmãos levando a alegria do Evangelho, sua luz e sua esperança.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

[apss_share]