Oração diária, Jesus caminha sobre as águas - Mc 6,45-52

Tempo do Natal depois da Epifania- Ano Litúrgico A

08 de janeiro de 2020

ORAÇÃO DO DIA

Pai, afasta de mim o medo e a insegurança que me impedem de testemunhar o Reino, onde se faz necessário e onde são maiores os desafios. E dá-me forças para continuar.

PRIMEIRA LEITURA: 1Jo 4,11-18

Leitura da Primeira Carta de São João – 11Caríssimos: se Deus nos amou assim, nós também devemos amar-nos uns aos outros. 12Ninguém jamais viu a Deus. Se nos amamos uns aos outros, Deus permanece conosco e seu amor é plenamente realizado em nós.
13A prova de que permanecemos com ele, e ele conosco, é que ele nos deu o seu Espírito. 14E nós vimos e damos testemunho, que o Pai enviou seu Filho como Salvador do mundo. 15Todo aquele que proclama que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece com ele, e ele com Deus.
16E nós conhecemos o amor que Deus tem para conosco, e acreditamos nele. Deus é amor: quem permanece no amor, permanece com Deus, e Deus permanece com ele. 17Nisto se realiza plenamente o seu amor para conosco: em nós termos plena confiança no dia do julgamento, porque, tal como Jesus, nós somos neste mundo.
18No amor não há temor. Ao contrário, o perfeito amor lança fora o temor, pois o temor implica castigo, e aquele que teme não chegou à perfeição do amor

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 72(71)

         — As nações de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!
— As nações de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!

— Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, vossa justiça ao descendente da realeza! Com justiça ele governe o vosso povo, com equidade ele julgue os vossos pobres. 

— Os reis de Társis e das ilhas hão de vir e oferecer-lhe seus presentes e seus dons; e também os reis de Seba e de Sabá hão de trazer-lhe oferendas e tributos. Os reis de toda a terra hão de adorá-lo e de todas as nações hão de servi-lo.

— Libertará o indigente que suplica e o pobre ao qual ninguém quer ajudar. Terá pena do indigente e do infeliz, e a vida dos humildes salvará.

EVANGELHO: Mc 6,45-52

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
          – Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

         Depois de saciar os cinco mil homens, 45Jesus obrigou os discípulos a entrarem na barca e irem na frente para Betsaida, na outra margem, enquanto ele despedia a multidão. 46Logo depois de se despedir deles, subiu ao monte para rezar. 
47Ao anoitecer, a barca estava no meio do mar e Jesus sozinho em terra. 48Ele viu os discípulos cansados de remar, porque o vento era contrário. Então, pelas três da madrugada, Jesus foi até eles andando sobre as águas, e queria passar na frente deles.
49Quando os discípulos o viram andando sobre o mar, pensaram que era um fantasma e começaram a gritar. 50Com efeito, todos o tinham visto e ficaram assustados. Mas Jesus logo falou: “Coragem, sou eu! Não tenhais medo!” 51Então subiu com eles na barca, e o vento cessou. Mas os discípulos ficaram ainda mais espantados, 52porque não tinham compreendido nada a respeito dos pães. O coração deles estava endurecido.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Jesus sobe à montanha, reza sozinho, aproveita as horas calmas da noite. Os discípulos atravessam o mar da Galileia rumo a Betsaida. Jesus os vê e percebe que estão com dificuldade para remar, porque o vento está forte e contrário. Vai então até eles andando sobre as águas. E quer ultrapassá-los. Há aqui algo extraordinário, que é o andar sobre as águas, e há também uma pergunta a ser feita: por que Jesus quer ultrapassá-los? Os discípulos se assustam achando que estão vendo um fantasma. Ouvem então a palavra animadora de Jesus: “Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!”. Jesus entra no barco e o vento cessa. E o evangelista São Marcos, que está escrevendo o relato, conclui dizendo que os discípulos continuaram espantados, pois “não tinham compreendido nada a respeito dos pães. O coração deles continuava endurecido”. O que tem a ver os pães com o mar agitado? O que é preciso compreender é quem é Jesus!

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Faço silêncio interior e tomo consciência da presença de Deus. Releio o Evangelho e presto atenção as atitudes de Jesus, suas palavras e ensinamentos. Rezo:
Jesus Divino Mestre, ajuda-me a compreender o poder da oração, que eu aprenda a ver os fatos à luz da fé, que eu aceite tua Palavra para me socorrer nas situações que eu não posso superar sem tua presença viva. Abra meu espírito para compreender sempre mais em profundidade o teu Evangelho.
Para concentrar-se cante ou reze o mantra: “Acalma meus passos, Senhor, e silencie o meu coração, Senhor”.

Leitura (Verdade)
Verbalizo o que compreendi deste texto.
“Na ótica do povo, o lago de Genesaré era um verdadeiro mar. E esta mesma ótica identificava o mar com o medo, a insegurança, ameaças e perigos. O quadro era agravado pela noite e pela tempestade. Além dos inimigos externos, outra ameaça estava dentro deles: o medo. O verdadeiro perigo situava-se noutra realidade: Jesus não estava no barco. Quando ele subiu na barca, a tempestade cessou. Esta barca pode significar uma família, uma comunidade ou mesmo a Igreja toda. Dois mil anos depois, Jesus continua proclamando: “Coragem, sou eu!”. Ele é mais forte que as tempestades e as noites. O que devemos temer é a dureza de coração. Eles não tinham entendido nem o milagre do pão nem os milagres que brotam da fé..” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Qual a palavra de Jesus aos discípulos ao perceberem sua presença? Eu leio os fatos à luz da fé? Como projeto meu caminho? Conto sempre com a presença e auxílio divino?

Oração (Vida)
O que eu quero dizer para jesus após meditar este fato do Evangelho? Faça sua oração espontânea colocando no coração de jesus todos seus bons desejos, medos, dificuldades e conclua com um ato de fé e confiança na sua presença.
“Eu confio em Nosso senhor com fé, esperança e amor”.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você a partir da Palavra? Quais apelos ela despertou em seu coração? Que compromisso você deseja concretizar em sua vida?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém

Paulinas