Oração diária, Mestre, onde moras? Vinde e vede! - Jo 1,35-42

2º Domingo Comum – Ano Litúrgico B

14 de janeiro de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Jesus, Mestre Divino, que chamastes os apóstolos a vos seguirem, continuai a passar pelos nossos caminhos, pelas nossas famílias, pelas nossas escolas, e continuai a repetir o convite a muitos jovens. Amém.

PRIMEIRA LEITURA: 1Sm 3,3b-10.19

Leitura do Primeiro Livro de Samuel

– Naqueles dias, 3bSamuel estava dormindo no templo do Senhor, onde se encontrava a arca de Deus.
4Então o Senhor chamou: “Samuel, Samuel!” Ele respondeu: “Estou aqui”.
5E correu para junto de Eli e disse: “Tu me chamaste, aqui estou”. Eli respondeu: “Eu não te chamei. Volta a dormir!” E ele foi deitar-se.
6O Senhor chamou de novo: “Samuel, Samuel!” E Samuel levantou-se, foi ter com Eli e disse: “Tu me chamaste, aqui estou”. Ele respondeu: “Não te chamei, meu filho. Volta a dormir!”
7Samuel ainda não conhecia o Senhor, pois, até então, a palavra do Senhor não se lhe tinha manifestado.
8O Senhor chamou pela terceira vez: “Samuel, Samuel!” Ele levantou-se, foi para junto de Eli e disse: “Tu me chamaste, aqui estou”. Eli compreendeu que era o Senhor que estava chamando o menino. 9Então disse a Samuel: “Volta a deitar-te e, se alguém te chamar, responderás: ‘Senhor, fala, que teu servo escuta!’” E Samuel voltou ao seu lugar para dormir.
10O Senhor veio, pôs-se junto dele e chamou-o como das outras vezes: “Samuel, Samuel!” E ele respondeu: “Fala, que teu servo escuta”.
19Samuel crescia, e o Senhor estava com ele. E não deixava cair por terra nenhuma de suas palavras.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 39

           Eu disse: “Eis que venho, Senhor!”/ Com prazer faço a vossa vontade.
— Eu disse: “Eis que venho, Senhor!”/ Com prazer faço a vossa vontade.

— Esperando, esperei no Senhor,/ e, inclinando-se, ouviu meu clamor./ Canto novo ele pôs em meus lábios,/ um poema em louvor ao Senhor.

— Sacrifício e oblação não quisestes,/ mas abristes, Senhor, meus ouvidos;/ não pedistes ofertas nem vítimas,/ holocaustos por nossos pecados.

— E então eu vos disse: “Eis que venho!”/ Sobre mim está escrito no livro: “Com prazer faço a vossa vontade,/ guardo em meu coração vossa lei!”

— Boas-novas de vossa justiça/ anunciarei numa grande assembleia;/ vós sabeis: não fechei os meus lábios!

SEGUNDA LEITURA: 1Cor 6,13c-15a.17-20

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios

– Irmãos: 13cO corpo não é para a imoralidade, mas para o Senhor, e o Senhor é para o corpo; 14e Deus, que ressuscitou o Senhor, nos ressuscitará também a nós, pelo seu poder. 15aPorventura ignorais que vossos corpos são membros de Cristo?
17Quem adere ao Senhor torna-se com ele um só espírito.
18Fugi da imoralidade. Em geral, qualquer pecado que uma pessoa venha a cometer fica fora do seu corpo. Mas o fornicador peca contra seu próprio corpo. 19Ou ignorais que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que mora em vós e que vos é dado por Deus? E, portanto, ignorais também que vós não pertenceis a vós mesmos?
20De fato, fostes comprados, e por preço muito alto. Então, glorificai a Deus com o vosso corpo.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO: Jo 1,35-42

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 35João estava de novo com dois de seus discípulos 36e, vendo Jesus passar, disse: “Eis o Cordeiro de Deus!”
37Ouvindo essas palavras, os dois discípulos seguiram Jesus.
38Voltando-se para eles e vendo que o estavam seguindo, Jesus perguntou: “O que estais procurando?” Eles disseram: “Rabi (o que quer dizer: Mestre), onde moras?”
Jesus respondeu: “Vinde ver”. Foram pois ver onde ele morava e, nesse dia, permaneceram com ele. Era por volta das quatro da tarde.
40André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que ouviram a palavra de João e seguiram Jesus. 41Ele foi encontrar primeiro seu irmão Simão e lhe disse: “Encontramos o Messias” (que quer dizer: Cristo).
42Então André conduziu Simão a Jesus. Jesus olhou bem para ele e disse: “Tu és Simão, filho de João; tu serás chamado Cefas” (que quer dizer: Pedra).

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

O jovem Samuel dorme e Deus o chama. Ele escuta o chamado e corre até ao sacerdote Eli. Pensava que ele o estivesse chamando. Assim por três vezes. O sábio sacerdote orienta o jovem Samuel para que responda: “Fala, Senhor, que teu servo escuta”. Samuel será o grande juiz de Israel, que orientará o povo com a sabedoria da palavra de Deus. Desde que ouviu o chamado, nunca deixou cair por terra alguma palavra que o Senhor lhe dirigia.
Dois discípulos de João Batista foram atrás de Jesus. Jesus estava passando. Os discípulos ouviram João dizer que ali estava o Cordeiro de Deus. Foram então atrás de Jesus. Percebendo que estava sendo seguido, Jesus se volta e pergunta o que eles estavam procurando. Pergunta normal, até de defesa por estar sendo seguido por dois estranhos. A resposta dos dois é improvisada: “Mestre, onde moras?”. Por que querem saber onde ele mora? “Venham ver”, lhes diz Jesus. Nesse momento Jesus os chama, como Deus chamou Samuel. A resposta não é dada com palavras, e sim com atos concretos. Eles foram ver onde Jesus morava e ficaram com ele aquele dia. Assim tem início o que está escrito no Prólogo do Evangelho de São João: “João veio para dar testemunho da luz, a fim de que todos cressem por meio dele”. João inicia a grande corrente daqueles que vão acreditar em Jesus, e ele a inicia com estes seus dois discípulos, André e Filipe. Eles vão anunciar que encontraram o Cristo. André anuncia a Simão Pedro, seu irmão, e Filipe anuncia a Natanael.
A partir daí um anuncia a outro, até que todos recebam o anúncio. O Evangelho diz que um dos discípulos era André, mas não diz o nome do outro. É provavelmente Filipe, que logo em seguida procura Natanael e lhe anuncia ter encontrado o Cristo. André e Filipe sempre aparecem juntos no Quarto Evangelho. A corrente começa com dois que tiveram um encontro pessoal com Jesus. A experiência pessoal é sempre marcante, e não teórica. Não há melhor impulso inicial do que estar com Jesus e sentir sua presença. “Quem adere ao Senhor torna-se com ele um só espírito”, lemos na primeira Carta aos Coríntios. Os dois discípulos foram ver onde Jesus morava e se tornaram moradia do Espírito Santo. A união com Cristo é íntima, afetiva e de alto nível, pelo preço que custou. Já não pertencemos a nós mesmos. Pertencemos ao Senhor. “Fala, Senhor, que teu servo escuta”. Estamos começando o Tempo Comum com o Evangelho de João, que nos mostra atrás de quem estamos indo.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
João indica a seus discípulos o “Cordeiro de Deus”, e eles, imediatamente, deixam tudo e seguem Jesus. Que também possamos nos colocar no seguimento de Jesus, impulsionados por sua Palavra.
Rezemos: “Senhor Jesus, dá-me um coração simples para compreender a riqueza de ensinamentos escondida em tua Palavra. Envia teu Espírito Santo, para que eu não tenha medo de escutá-la e vivê-la conforme a tua vontade. Que a Palavra transforme o meu coração através da fé e confiança que eu deposito em ti. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Leia o Evangelho quantas vezes julgar necessário, repetindo as palavras que mais chamaram sua atenção.
“Jesus, agora, passa a formar seu grupo, e o chamado vocacional continua ecoando no coração da juventude: André encontra o Senhor e o comunica aos outros. A alegria de André deve ser a nossa também: ‘Encontramos o Cristo!’. Quem fez essa experiência, precisa comunicá-la aos demais. É o maior encontro de nossa vida! Dessa forma, seremos esse templo vivo do Espírito Santo que habita em nós. Que o Senhor Jesus seja glorificado em nosso corpo, como o fora no corpo dos apóstolos e discípulos!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra 2018”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Faça a sua meditação, mantendo em mente o caminho que Jesus lhe indica. Deixe-se conduzir pela Palavra de Deus, escutando o que Ele quer lhe dizer.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Jesus é o Mestre de nossa vida, o Filho muito amado do Pai, caminho único para chegarmos a Ele. Neste momento de oração, louve e agradeça ao Senhor sua presença de amor. Com muita simplicidade, apresente a Ele suas preces e as realidades que você deseja que Ele transforme.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Que apelo a Palavra despertou em seu coração? Quais compromissos você deseja concretizar em sua vida?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]