Oração diária, Nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da Lei - Mt 5,17-19

3ª Semana da Quaresma – Ano Litúrgico A

18 de março de 2020

Deseja ler a liturgia diária do dia 17 de março Clique aqui

ORAÇÃO DO DIA

Pai, livra-me do perigo de reduzir minha obediência aos teus mandamentos à execução mecânica de gestos exteriores. Revela-me, cada vez mais profundamente, a tua vontade.

PRIMEIRA LEITURA:

Leitura do Livro do Deuteronômio

Moisés falou ao povo, dizendo: 1“Agora, Israel, ouve as leis e os decretos que eu vos ensino a cumprir, para que, fazendo-o, vivais e entreis na posse da terra prometida que o Senhor Deus de vossos pais vos dará. 5Eis que vos ensinei leis e decretos conforme o Senhor meu Deus me ordenou, para que os pratiqueis na terra em que ides entrar e da qual tomareis posse.
6Vós os guardareis, pois, e os poreis em prática, porque neles está vossa sabedoria e inteligência perante os povos, para que ouvindo todas as leis, digam: ‘Na verdade, é sábia e inteligente esta grande nação!’ 7Pois, qual é a grande nação cujos deuses lhe são tão próximos quanto o Senhor nosso Deus, sempre que o invocamos? 8E que nação haverá tão grande que tenha leis e decretos tão justos, quanto esta lei que hoje vos ponho diante dos olhos? 9Mas toma cuidado! Procura com grande zelo não te esqueceres de tudo o que viste com os próprios olhos, e nada deixes escapar do teu coração por todos os dias de tua vida; antes, ensina-o a teus filhos e netos”.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 147B(147)

        — Glorifica o Senhor, Jerusalém!
— Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Glorifica o Senhor, Jerusalém! Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! Pois reforçou com segurança as tuas portas, e os teus filhos em teu seio abençoou.

— Ele envia suas ordens para a terra, e a palavra que ele diz corre veloz. Ele faz cair a neve como lã e espalha a geada como cinza.

— Anuncia a Jacó sua palavra, seus preceitos e suas leis a Israel. Nenhum povo recebeu tanto carinho, a nenhum outro revelou os seus preceitos.

EVANGELHO:

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 17“Não pen­seis que vim abolir a Lei e os Profetas”. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento. 18Em verdade, eu vos digo: antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da lei, sem que tudo se cumpra.
19Portanto, quem desobedecer a um só desses mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será considerado o menor no Reino dos Céus. Porém, quem os praticar e ensinar será considerado grande no Reino dos Céus.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Praticar e ensinar. Ensinamos com palavras e ensinamos com a vida. Dê preferência a ensinar silenciosamente com a vida. Seja uma presença gratuita transformadora onde você estiver. Todos os mandamentos se cumprem na prática do amor fraterno. O resto é ilusão. O amor se vê nos atos concretos que fazemos em relação aos outros. As relações em Deus são perfeitas, tão perfeitas que são Pessoas Divinas, o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Nossas relações, ao contrário, afastam, dividem, separam. Todo ato que contém divisão, separação, exclusão não vem do Espírito de Deus. O Espírito Santo une, aquece, endireita. Há desobediência ao mandamento, há algo errado que fere algum princípio? Não resolva o problema com exclusões. Resolva com inclusões e fique por perto para amparar e socorrer, se o problema se repetir. Tirar alguém do convívio humano só se justifica em vista da reintegração futura. Não se tira para isolar, para punir, para maltratar. Tira-se para melhorar. Você, retire-se de vez em quando do convívio humano para voltar mais humano. Crie espaços de silêncio para falar com Deus e perceber que só falará bem com ele se mantiver relacionamentos de qualidade com seus irmãos. Afaste-se para tornar sua vida mais autêntica, mais verdadeira, sem ilusões e cheia de esperança.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Na escuta, meditação e contemplação da palavra de Deus, acolhamos ao Senhor que fala ao nosso coração. Reze neste dia o grande amor do Pai que nos educa como um pedagogo, através dos ensinamentos de seu Filho Jesus. Reze ou cante:

Leitura (Verdade)
Retome o Evangelho e procure compreender o significado de cada palavra. Qual a importância da Lei e dos Profetas? O que significa o Reino de Deus?
“A Lei e os Profetas é um modo hebreu de referir-se ao Antigo Testamento em sua integridade. Para Mateus, tanto a lei como os profetas olhavam para um tempo de plenitude. A chegada do Messias amplia os horizontes. Exemplo disso são as bem-aventuranças que Mateus narra no início deste capítulo. Tudo o que acontece no Antigo Testamento visa preparar a vinda do Messias. Não se trata de abolir a legislação e a própria religiosidade do passado, mas dar-lhe plena realização. São Paulo – homem criado na observância da lei – proclama que tudo se faz novo. O Reino é a novidade de Deus. Muda a tradicional lei do Talião para o amor incondicional e sem limites. No lugar do Senhor dos Exércitos, um Pai perdoador.” “O perdão é um tema retomado muitas vezes no Evangelho. Não se trata de um piedoso conselho, mas a salvação passa por aí. Deus perdoa sempre e perdoa tudo, mas, em contrapartida, devemos perdoar. Com a mesma medida que julgarmos, seremos julgados. O primeiro devedor tinha uma dívida impagável e pede o parcelamento. O senhor fez mais: perdoou-lhe a dívida. Em seguida, esse mesmo devedor encontra um companheiro que lhe devia pequena quantia e exige que a pague – sem parcelas – ou iria para a cadeia. Um descendente de Caim, Lamed, queria vingar-se setenta vezes. Pedro imagina que perdoar sete vezes seria algo memorável. Jesus quer mais: perdoar sempre. No Pai-Nosso arriscamos um critério: “Perdoai-nos, assim como nós perdoamos”. (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Jesus mesmo nos ensinou a estarmos atentos(as) aos sinais do Reino e ver a lei à luz do amor. Trazendo a meditação para a sua vida é bom refletir: que sinais trago em mim do Reino de Deus? Como cultivo os valores do Reino: o perdão, a solidariedade, a partilha, a justiça…?

Oração (Vida)
Oração da campanha da Fraternidade 2020
Deus, nosso Pai, fonte da vida e princípio do bem viver, criastes o ser humano e lhe confiastes o mundo como um jardim a ser cultivado com amor.
Dai-nos um coração acolhedor para assumir a vida como dom e compromisso. Abri nossos olhos para ver as necessidades dos nossos irmãos e irmãs, sobretudo dos mais pobres e marginalizados.
Ensinai-nos a sentir verdadeira compaixão expressa no cuidado fraterno, próprio de quem reconhece no próximo o rosto do vosso Filho.
Inspirai-nos palavras e ações para sermos construtores de uma nova sociedade, reconciliada no amor. Dai-nos a graça de vivermos em comunidades eclesiais missionárias, que, compadecidas, vejam, se aproximem e cuidem daqueles que sofrem, a exemplo de Maria, a Senhora da Conceição Aparecida, e de Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom do Brasil.
Por Jesus, o Filho amado, no Espírito, Senhor que dá a vida. Amém!

Contemplação (Vida e Missão)
Contemplando a grande novidade que Jesus trouxe para aperfeiçoar a compreensão da lei no AT e a conduta da religião judaica, que atitude você se compromete vivenciar neste dia?

Bênção
Benção especial da Quaresma

  • Deus Pai de misericórdia, conceda a todos, como concedeu ao filho pródigo, a alegria do retorno a casa. Amém.
  • O Senhor Jesus Cristo, modelo de oração e de vida, nos guie nesta jornada quaresmal a uma verdadeira conversão. Amém.
  • O Espírito de sabedoria e fortaleza nos sustente na luta contra o mal, para podermos com Cristo celebrar a vitória da Páscoa. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.
    Ir. Carmen Maria Pulga