Liturgia diária, Meu jugo é suave e o meu fardo é leve - Mt 11, 28-30

2ª do Advento – Ano Litúrgico A

11 de dezembro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me disposição para pôr em prática as exigências do Reino, assumidas como expressão de minha fé sincera em teu Filho Jesus. Que elas sejam para mim um jugo suave!

PRIMEIRA LEITURA: Is 40,25-31

Leitura do Profeta Isaías

25“Com quem haveis de me comparar, e a quem seria eu igual?” – fala o Santo. 26Levantai os olhos para o alto e vede: Quem criou tudo isto? – Aquele que expressa em números o exército das estrelas e a cada uma chama pelo nome: tal é a grandeza e força e poder de Deus que nenhuma delas falta à chamada. 27Então, por que dizes, Jacó, e por que falas, Israel: “Minha vida ocultou-se da vista do Senhor e meu julgamento escapa ao do meu Deus?” 28Acaso ignoras, ou não ouviste? O Senhor é o Deus eterno que criou os confins da terra; ele não falha nem se cansa, insondável é sua sabedoria; 29ele dá coragem ao desvalido e aumenta o vigor do mais fraco. 30Cansam-se as crianças e param, os jovens tropeçam e caem, 31mas os que esperam no Senhor renovam suas forças, criam asas como as águias, correm sem se cansar, caminham sem parar.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 102(103)

          — Bendize, ó minha alma, ao Senhor.
— Bendize, ó minha alma, ao Senhor.

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, o seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores!

— Pois ele te perdoa toda culpa e cura toda a tua enfermidade; da sepultura ele salva a tua vida e te cerca de carinho e compaixão;

— O Senhor é indulgente, é favorável, é paciente, é bondoso e compassivo, não nos trata como exigem nossas faltas, nem nos pune em proporção às nossas culpas.

EVANGELHO: Mt 11,28-30

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: 28“Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso. 29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

O Senhor que veio no Natal e que virá no último dia está aqui, agora. Ele vem e nos chama. “Venham vocês que estão cansados e carregados de fardos pesados. Eu lhes darei descanso.” Ele vem e nos encontra cansados. A tarefa é grande, o trabalho é muito. Não somos preguiçosos. Estamos às vezes desmotivados. Quem nos dará motivos para continuar? Jesus nos convida a aprender com ele, que é manso e humilde de coração. Por ser manso e humilde de coração, vai nos acolher e nos tratar bem. E vai nos ensinar a sermos também nós mansos e humildes de coração no trato com os outros. São Francisco de Sales, na Filoteia ou Introdução à vida devota, compara a mansidão e a humildade de que nos fala Jesus com o óleo da oliveira e o bálsamo que compõem o Santo Crisma. O bálsamo, misturado com o óleo, vai para o fundo e representa a humildade. O óleo fica na superfície e nos lembra da mansidão que nos faz passar por cima de todo sofrimento. “A humildade aperfeiçoa o homem em seus deveres para com Deus”, escreve São Francisco de Sales, “e a mansidão aperfeiçoa o homem em seus deveres para com a sociedade”. O teste para saber se aprendemos de verdade a mansidão e a humildade é a nossa reação diante de alguma ofensa ou de uma palavra que magoe. São Francisco lembra que José do Egito recomendou a seus irmãos que, voltando para casa, não brigassem no caminho. Nos caminhos desta vida, “não nos zanguemos uns contra os outros, mas andemos com os irmãos em espírito de paz e de amizade”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Eu confio em Nosso Senhor, com fé esperança e amor, eu confio que ele tem poder de aliviar meu cansaço. Jesus Mestre Divino eu me entrego a vós que dissestes: “Vinde a mim todos vós que estais cansados de carregar fardos pesados”. Entrego-me aos cuidados de Deus e permaneço em silêncio, no profundo de minha intimidade, permitindo que Ele afaste de mim toda a ansiedade e preocupações.
“A Tua presença inunda a minha vida e tudo quanto existe. Porque és Amor enches tudo, vives tudo, sabes tudo; Porque és Amor encontro-te sempre a meu lado, peregrino. Tu estás aqui: Deus, Tu és Amor!” Oh Deus, enche, meu coração que te procura; Entra até ao fundo do meu ser, porque necessito do Teu Amor! (Salmo 138). Rezo ou canto o refrão: “O Amor sempre me acompanha iluminando a minha vida”.

Leitura (Verdade)
O que este Evangelho fala para mim? Qual minha capacidade de entrega ao amor de Deus?
“Filhos do nosso tempo, todos temos pressa e estamos à beira da depressão. A palavra da moda é o estresse, definido como soma de doenças e preocupações. Muitas vezes Jesus se retirava na solidão e convidava os apóstolos a fazerem o mesmo. Qualidade de vida supõe momentos de tranquilidade e de paz. O sono, o descanso e a gratuidade ajudam a manter nosso equilíbrio emocional. Especialista em carregar a cruz, Jesus se dispõe a nos ajudar nos momentos difíceis. A oração é o momento privilegiado em que apresentamos ao Senhor nossos sofrimentos, nossos fardos e – por vezes – nosso desânimo. O barulho que nos cerca contribui para nossa dispersão e cansaço. Precisamos redescobrir a bênção do silêncio.” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
A vida moderna é muito exigente. Precisamos carregar nossos fardos e ainda, ajudar os outros a carregarem os seus. Eu me encontro nessa situação de cansaço? Qual o motivo? A Oração do repouso e do silêncio podem me ajudar? Reservo espaços de silêncio para refazer minhas energias espirituais?

Oração (Vida)
“Senhor, Tu me cercas e conheces; Sabes da minha vida mais que ninguém, Tu sabes tudo. Quando me sento, aí te encontro, quando me deito aí estás. Onde quer que me encontre, Tu estás sempre presente. Tu estás aqui: Deus, Tu és amor!” Jesus vida tornai meu coração manso e humilde como o vosso para que no afã da vida eu não me sobrecarregue de fardos inúteis. Amém.

Contemplação (Vida e Missão)
Contemplo esse convite “Vinde a mim”, ele pode mudar minha vida, Fico em silêncio e busco entender o que Jesus quer de mim, hoje. Durante o dia procuro escutar esse convite mais vezes. Determino momentos ou lugares em que quero deixar este convite reverberar em minha vida. À noite, proponho-me revisitar meu dia e responder o que este convite mudou em mim.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas