Liturgia diária O servo não é maior do que seu senhor

4ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico C

21 de abril de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, inculca no meu coração a certeza de que só tu és Senhor, e que entre os seres humanos deve reinar igualdade e solidariedade, sem opressão.

PRIMEIRA LEITURA: At 13,13-25

Leitura dos Atos dos Apóstolos – 13Paulo e seus companheiros embarcaram em Pafos e chegaram a Perge da Panfília. João deixou-os e voltou para Jerusalém. 14Eles, porém, partindo de Perge, chegaram a Antioquia da Pisídia. E, entrando na sinagoga em dia de sábado, sentaram-se.
15Depois da leitura da Lei e dos Profetas, os chefes da sinagoga mandaram dizer-lhes: “Irmãos, se vós tendes alguma palavra para encorajar o povo, podeis falar”.
16Paulo levantou-se, fez um sinal com a mão e disse: “Israe¬litas e vós que temeis a Deus, escutai! 17O Deus deste povo de Israel escolheu os nossos antepassados e fez deles um grande povo quando moravam como estrangeiros no Egito; e de lá os tirou com braço poderoso. 18E, durante mais ou menos quarenta anos, cercou-os de cuidados no deserto. 19Destruiu sete nações na terra de Canaã e passou para eles a posse do seu território, 20por quatrocentos e cinquenta anos aproximadamente.
Depois disso, concedeu-lhes juízes, até o profeta Samuel. 21Em seguida, eles pediram um rei e Deus concedeu-lhes Saul, filho de Cis, da tribo de Benjamim, que reinou durante quarenta anos. 22Em seguida, Deus fez surgir Davi como rei e assim testemunhou a seu respeito: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que vai fazer em tudo a minha vontade’.
23Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um Salvador, que é Jesus. 24Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. 25Estando para terminar sua missão, João declarou: ‘Eu não sou aquele que pensais que eu seja! Mas vede: depois de mim vem aquele do qual nem mereço desamarrar as sandálias’”. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 88

 — Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor.
— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor.

— Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor, de geração em geração eu cantarei vossa verdade! Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre!” E a vossa lealdade é tão firme quanto os céus.

— Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor, e o ungi, para ser rei, com meu óleo consagrado. Estará sempre com ele minha mão onipotente, e meu braço poderoso há de ser a sua força.

— Não será surpreendido pela força do inimigo, nem o filho da maldade poderá prejudicá-lo. Diante dele esmagarei seus inimigos e agressores, ferirei e abaterei todos aqueles que o odeiam.

— Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele, sua força e seu poder por meu nome crescerão. Ele, então, me invocará: ‘Ó Senhor, vós sois meu Pai, sois meu Deus, sois meu Rochedo onde encontro a salvação!

EVANGELHO: Jo 13,16-20

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

         Depois de lavar os pés dos discípulos, Jesus lhes disse: 16“Em verdade, em verdade vos digo: o servo não está acima do seu senhor e o mensageiro não é maior que aquele que o enviou. 17Se sabeis isto, e o puserdes em prática, sereis felizes.
18Eu não falo de vós todos. Eu conheço aqueles que escolhi, mas é preciso que se realize o que está na Escritura: ‘Aquele que come o meu pão levantou contra mim o calcanhar’. 19Desde agora vos digo isto, antes de acontecer, a fim de que, quando acontecer, creiais que eu sou.
20Em verdade, em verdade vos digo, quem recebe aquele que eu enviar, me recebe a mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Quem me recebe, recebe aquele que me enviou. O vocábulo “apóstolo” é usado poucas vezes nos evangelhos. Aparece mais nos Atos e nas Cartas. Em Mateus aparece uma vez quando diz os nomes dos apóstolos, em Marcos duas vezes, em Lucas seis vezes, e em João uma única vez, quando diz que o enviado não é maior do que aquele que o enviou. Enviado ou mensageiro é a tradução de apóstolo. O quarto evangelho é marcadamente um escrito de Discípulo para discípulo. Somos todos discípulos. Só Jesus é o Mestre. Pedro é primeiro discípulo para depois ser o primeiro dos apóstolos. O apóstolo enviado não é, pois, maior do que aquele que o enviou. A comunidade joanina não se organiza em hierarquias e destaca sempre o Discípulo amado. Houve dificuldades com rupturas internas e seus membros acabaram inserindo-se nas comunidades apostólicas mais organizadas. Quem levanta o calcanhar contra Jesus é um apóstolo, como apóstolos foram Pedro, Tomé e Natanael, bem contemplados no quarto evangelho. Deixou-nos esta comunidade uma grande lição: Jesus é o centro e estamos todos unidos a ele e entre nós no amor. Nenhuma função nos coloca acima uns dos outros.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Que bom podermos mais uma vez nos voltar para o Senhor e perceber a sua ação em nossa história. Sim, a oração nos permite perceber as ações de Deus e nos dá uma nova perspectiva sobre a vida, o que nos possibilita enxergar as necessidades de nossos irmãos e irmãs.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
“Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra.”

Leitura (Verdade)
“Em verdade, em verdade, vos digo: quem recebe aquele que eu enviar, a mim recebe; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou” (Jo 13,20). Faça a leitura de todo o texto bíblico e identifique seu tema central. Ao decorrer da leitura, destaque as palavras e verbos que mais lhe chamam atenção. Assim, ficará mais fácil perceber o que diz o texto.
Tudo o que Jesus fez, falou e realizou foi de acordo com a vontade do Pai. No Evangelho, Ele diz que o servo não é maior que o seu senhor, fazendo-nos olhar em primeiro lugar para o próprio Jesus e para sua fidelidade ao Pai até o fim.

Meditação (Caminho)
O que o texto diz diretamente a você? Na etapa anterior da leitura orante, você compreendeu qual o tema central do texto. Agora, durante a meditação, você deve se deixar tocar pela Palavra e procurar perceber o que ela diz diretamente a você. Se sentir necessidade, leia o texto novamente, com calma, e faça um instante de silêncio para poder ouvir a voz de Deus por meio de sua Palavra.

Oração (Vida)
Vida nova é o que a oração com a Palavra de Deus nos proporciona. Por isso, nesta etapa da leitura orante, você é convidado a expressar ao Senhor o que o Evangelho provocou em você, o que plantou em seu coração. Apresente a Deus as suas intenções e as necessidades daquelas pessoas que lhe vêm à mente – sua família, seus vizinhos, o povo de Deus.

Contemplação (Vida e Missão)
Depois da oração, reservemos um momento para a contemplação, que, de forma simples, quer dizer dar atenção a algo.
É o que você deve fazer agora. Nesta etapa da leitura orante, procure perceber o que a Palavra o(a) levou a experimentar, que novo olhar despertou em você. Sintetize esse sentimento em uma palavra ou frase e leve-a consigo, com o propósito de vivê-la durante o dia.

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.