Liturgia diária 01 de abril de 2016

Na liturgia diária fazemos um encontro pessoal com Deus nos colocando a disposição para ouvir seus ensinamentos.

Para bem nos preparar invoquemos a presença do Espírito Santo: 

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que a presença do Ressuscitado reforce a comunhão com meus irmãos e minhas irmãs de fé, a fim de podermos atrair para ele muitas outras pessoas de boa vontade.

PRIMEIRA LEITURA: At 4,1-12

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, depois que o paralítico fora curado, 1Pedro e João ainda estavam falando ao povo, quando chegaram os sacerdotes, o chefe da guarda do Templo e os saduceus. 2Estavam irritados porque os apóstolos ensinavam o povo e anunciavam a ressurreição dos mortos na pessoa de Jesus.
3Eles prenderam Pedro e João e os colocaram na prisão até o dia seguinte, porque já estava anoitecendo. 4Todavia, muitos daqueles que tinham ouvido a pregação acreditaram. E o número dos homens chegou a uns cinco mil.
5No dia seguinte, reuniram-se em Jerusalém os chefes, os an­ciãos e os mestres da Lei. 6Estavam presentes o sumo Sacerdote Anás, e também Caifás, João, Alexandre, e todos os que pertenciam às famílias dos sumos sacerdotes. 7Fizeram Pedro e João comparecer diante deles e os interrogavam: “Com que poder ou em nome de quem vós fizestes isso?”
8Então, Pedro, cheio do Espírito Santo, disse-lhes: “Chefes do povo e anciãos: 9hoje estamos sendo interrogados por termos feito o bem a um enfermo e pelo modo como foi curado. 10Ficai, pois, sabendo todos vós e todo o povo de Israel: é pelo nome de Jesus Cristo, de Nazaré, aquele que vós crucificastes e que Deus ressuscitou dos mortos — que este homem está curado, diante de vós. 11Jesus é a pedra, que vós, os construtores, despre­zastes, e que se tornou a pedra angular.
12Em nenhum outro há salvação, pois não existe debaixo do céu outro nome dado aos homens pelo qual possamos ser salvos”. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO  117,1-27a

   — A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular.
— A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular.

— Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!” A casa de Israel agora o diga: “Eterna é a sua misericórdia!” Os que temem o Senhor agora o digam: “Eterna é a sua misericórdia!”

— “A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular. Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: Que maravilhas ele fez a nossos olhos! Este é o dia que o Senhor fez para nós, ale­gremo-nos e nele exultemos!

— Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação, ó Senhor, dai-nos também prosperidade!” Bendito seja, em nome do Senhor, aquele que em seus átrios vai entrando! Desta casa do Senhor vos bendizemos. Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine!

EVANGELHO: Jo 21,1-14

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus apareceu de novo aos discípulos, à beira do mar de Tiberíades. A aparição foi assim: 2Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael de Caná da Galileia, os filhos de Zebedeu e outros discípulos de Jesus.
3Simão Pedro disse a eles: “Eu vou pescar”. Eles disseram: “Também vamos contigo”. Saíram e entraram na barca, mas não pescaram nada naquela noite. 4Já tinha amanhecido, e Jesus estava de pé na margem. Mas os discípulos não sabiam que era Jesus. 5Então Jesus disse: “Moços, tendes alguma coisa para comer?” Responderam: “Não”.
6Jesus disse-lhes: “Lançai a rede à direita da barca, e acha­reis”. Lançaram pois a rede e não conseguiam puxá-la para fora, por causa da quantidade de peixes. 7Então, o discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: “É o Senhor!” Simão Pedro, ouvindo dizer que era o Senhor, vestiu uma roupa, pois estava nu, e atirou-se ao mar.
8Os outros discípulos vieram com a barca, arrastando a rede com os peixes. Na verdade, não estavam longe da terra, mas somente a cerca de cem metros. 9Logo que pisaram a terra, viram brasas acesas, com peixe em cima, e pão. 10Jesus disse-lhes: “Trazei alguns dos peixes que apanhastes”.
11Então Simão Pedro subiu ao barco e arrastou a rede para a terra. Estava cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e, apesar de tantos peixes, a rede não se rompeu. 12Jesus disse-lhes: “Vinde comer”. Nenhum dos discípulos se atrevia a perguntar quem era ele, pois sabiam que era o Senhor.
13Jesus aproximou-se, tomou o pão e distribuiu-o por eles. E fez a mesma coisa com o peixe. 14Esta foi a terceira vez que Jesus, ressuscitado dos mortos, apareceu aos discípulos.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Sete discípulos estavam juntos na praia do Mar de Tiberíades. Nas listas dos apóstolos, Pedro aparece sempre em primeiro lugar e depois vem Tiago, João e André. Aqui, depois de Pedro aparecem Tomé e Natanael. O que fizeram os três para receberem tal destaque? A memória dos fatos projeta Pedro, na noite da prisão do Mestre, negando-o por três vezes. Tomé não acreditou na ressurreição de Jesus. Natanael reagiu quando Filipe lhe disse ter encontrado aquele sobre quem Moisés escrevera na Lei, Jesus de Nazaré. Ainda ressoa o seu desprezo por Nazaré. E agora Jesus ressuscitado prepara para os três uma refeição de pão e peixe assado na brasa. Comam e creiam! Tiago e João são os filhos de Zebedeu. E restam dois, que completam o número sete. São anônimos. Se lhes dermos os nossos nomes, estaremos todos com o Ressuscitado, os discípulos de então e os de agora.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Jesus está vivo e está no meio de nós. Comecemos a nossa oração invocando a Santíssima Trindade, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Façamos a oração ao Espírito Santo: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado e renovareis a face da terra. Oremos: ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos sempre da sua consolação, por Cristo Senhor nosso. Amém!

Leitura (Verdade)

Leia o Evangelho do dia e procure compreendê-lo. Este primeiro passo da leitura orante é muito importante. Leia destacando os verbos, os personagens, as expressões mais marcantes, para, assim, identificar o que diz o texto bíblico.
No Evangelho de hoje, Jesus aparece aos discípulos à beira do Mar de Tiberíades. Era manhã, e Simão Pedro e os outros discípulos haviam ido pescar, mas não tinham conseguido nenhum peixe.
Quando Jesus aparece, os discípulos não o reconhecem. O Senhor, então, pergunta-lhes se têm algo para comer e, diante da negativa, pede que lancem as redes do lado direito do barco. Continue a sua leitura e descubra o tema central do texto.

Meditação (Caminho)

Terminada a leitura, pergunte-se o que o texto lhe diz. O encontro com a Palavra de Deus o(a) leva a ouvir e a descobrir o que o Senhor deseja falar com você. Se sentir necessidade de voltar ao texto, para confirmar algo, faça-o, mantendo em mente aquilo que mais o(a) tocar, seja um versículo, seja uma palavra.

Oração (Vida)

A oração é um diálogo com Deus. Antes, foi Ele quem falou com você por meio da Palavra; agora, é você quem deve falar. O Senhor está ao seu lado e deseja escutá-lo(a), por isso, abra o seu coração e conte-lhe tudo o que deseja.

Contemplação (Vida e Missão)

O que você experimenta neste momento? Qual olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Identifique o sentimento que o Evangelho despertou em você, dê-lhe nome e viva essa Palavra durante todo o dia.

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Leitura orante: Equipe de Redação Paulinas Internet.