Oração diária, Santos Inocentes - Mt 2,13-18

Santos Inocentes – Ano Litúrgico A

28 de dezembro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, sê o guia de minha caminhada, livrando-me de todas as ciladas do mal, e conservando-me incólume para o teu santo serviço.

PRIMEIRA LEITURA: 1Jo 1,5-2,2

Leitura da Primara Carta de São João 5Caríssimos, a mensagem que ouvimos de Jesus Cristo e vos anunciamos é esta: Deus é luz e nele não há trevas. 6Se dissermos que estamos em comunhão com ele, mas andamos nas trevas, estamos mentindo e não nos guiamos pela verdade. 7Mas, se andamos na luz, como ele está na luz, então estamos em comunhão uns com os outros, e o sangue de seu Filho Jesus nos purifica de todo pecado.
8Se dissermos que não temos pecado estamo-nos enganando a nós mesmos, e a verdade não está dentro de nós. 9Se reconhecermos nossos pecados, então Deus se mostra fiel e justo, para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda culpa. 10Se dissermos que nunca pecamos, fazemos dele um mentiroso e sua palavra não está dentro de nós. 2,1Meus filhinhos, escrevo isto para que não pequeis. No entanto, se alguém pecar, temos junto do Pai um Defensor: Jesus Cristo, o Justo. 2Ele é a vítima de expiação pelos nossos pecados, e não só pelos nossos, mas também pelos pecados do mundo inteiro.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 123(124)

         — Nossa alma como um pássaro escapou do laço que lhe armara o caçador.
— Nossa alma como um pássaro escapou do laço que lhe armara o caçador.

— Se o Senhor não estivesse ao nosso lado, quando os homens investiram contra nós, com certeza nos teriam devorado no furor de sua ira contra nós.

— Então as águas nos teriam submergido, a correnteza nos teria arrastado, e então, por sobre nós teriam passado essas águas sempre mais impetuosas.

— O laço arrebentou-se de repente, e assim nós conseguimos libertar-nos. O nosso auxílio está no nome do Senhor, do Senhor que fez o céu e fez a terra.

EVANGELHO: Mt 2,13-18

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

13Depois que os magos partiram, o Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, pega o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise! Porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. 14José levantou-se de noite, pegou o menino e sua mãe, e partiu para o Egito. 15Ali ficou até a morte de Herodes, para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: “Do Egito chamei o meu Filho”. 16Quando Herodes percebeu que os magos o haviam enganado, ficou muito furioso. Mandou matar todos os meninos de Belém e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, exatamente conforme o tempo indicado pelos magos. 17Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias: 18“Ouviu-se um grito em Ramá, choro e grande lamento: é Raquel que chora seus filhos, e não quer ser consolada, porque eles não existem mais”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

A história dos Santos Inocentes é contada por São Mateus na passagem do Evangelho que acabamos de ler. Seria uma reflexão ampliada do que se lê em Jeremias: “Ouviu-se uma voz em Ramá, choro e grande lamentação: Raquel chora seus filhos e não quer consolação, porque eles já não existem”. Raquel, esposa de Jacó, morreu ao dar à luz Benjamin. Foi sepultada no caminho de Belém. Meditando o acontecimento da matança dos Santos Inocentes, São Quodvultdeus, no século quinto, escrevia: “Ao anunciarem os magos o nascimento de um Rei, Herodes se perturba e, para não perder o seu reino, quer matar o recém-nascido. Por que temes, Herodes?… Matas o corpo das crianças porque o medo matou teu coração… Essas crianças morrem pelo Cristo, sem saberem, enquanto seus pais choram os mártires que morrem”. Sem saber, crianças inocentes deram a vida por Jesus. Um rei cruel mandou matá-las. Que elas protejam nossas crianças!

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
“Acalma meus passos, Senhor, e silencia o meu coração!” Repito este refrão, no silêncio de meu ser, até sentir que Deus me fala ao coração. Neste silêncio sagrado, mergulho em Deus e arrisco viver no seu amor, porque Ele afasta todo o medo. Depois releio o Evangelho e me pergunto: o que ele diz para mim, hoje?

Leitura (Verdade)
“Mais uma vez, Jesus aparece como sinal de contradição. Os primeiros e inocentes mártires testemunharam com seu sangue o Príncipe da Paz. Herodes sentiu-se ameaçado por aquele Menino que, mais tarde, garantiria que seu Reino não era deste mundo. Mentiroso e covarde, pediu que os Magos o informassem do paradeiro do menino, mas estes voltaram à sua terra por outro caminho. O Reino de Deus é assinalado pelo sangue de inocentes. Jesus é o exemplo supremo. Por ele morreram, e ainda morrem, milhares, milhões de inocentes. A morte destas crianças atualiza um número incalculável de crianças exterminadas pela fome e pelo aborto. Com um agravante: Herodes mandou matar os filhos dos outros!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Como eu me relaciono com Deus quando seu projeto passa por caminhos maléficos? Reconheço minha cegueira e minha pequenez para compreender os caminhos da salvação? Que sentimentos essa pedagogia divina suscita em mim?

Oração (Vida)
“ O Senhor é minha luz e minha salvação, a quem temerei? O Senhor é o protetor de minha vida, de quem terei medo? Quando os malvados me atacam para me devorar vivo, são eles, meus adversários e inimigos, que resvalam e caem. Se todo um exército se acampar contra mim, não temerá meu coração.
Assim, no dia mau, Ele me esconderá em sua tenda, ocultar-me-á no recôndito de seu santuário, sobre um rochedo me erguerá. Mas desde agora Ele levanta a minha cabeça acima dos inimigos que me cercam.
Escutai, Senhor, a voz da minha oração, tende piedade de mim e ouvi-me. Fala-vos meu coração, minha face vos busca; a vossa face, ó Senhor, eu a procuro. Não escondais de mim vosso semblante, não afasteis com ira o vosso servo. Vós sois o meu amparo, não me rejeiteis nem me abandonais, ó Deus, meu Salvador.
Se meu pai e minha mãe me abandonarem, o Senhor me acolherá. Ensinai-me, Senhor, vosso caminho…
Sei que verei os benefícios do Senhor na terra dos vivos! Espera no Senhor e sê forte! Fortifique-se o teu coração e espera no Senhor!”(cf. Salmo 27).

Contemplação (Vida e Missão)
Contemplo a bondade do Senhor e comprometo-me ser mais assíduo a oração para ter força nos dias difíceis.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

[apss_share]