Liturgia diária Um só é vosso Mestre - Mt 23,1-12

2ª Semana da Quaresma – Ano Litúrgico A

10 de março de 2020

Deseja ler a liturgia diária do dia 09 de março Clique aqui

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que os maus exemplos jamais me influenciem, fazendo-me desviar de teu caminho. Seja teu Filho Jesus meu único modelo de vida.

PRIMEIRA LEITURA: Is 1,10.16-20

Leitura do Livro do Profeta Isaías – 10Ouvi a palavra do Senhor, magistrados de Sodoma, prestai ouvidos ao ensinamento do nosso Deus, povo de Gomorra. 16Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! 17Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva. 18Vinde, debatamos — diz o Senhor. Ainda que vossos pecados sejam como púrpura, tornar-se-ão brancos como a neve. Se forem vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como lã. 19Se consentirdes em obedecer, comereis as coisas boas da terra. 20Mas se recusardes e vos rebelardes, pela espada sereis devorados, porque a boca do Senhor falou!

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 50(49)

         — A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.
— A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

— Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos; não preciso dos novilhos de tua casa nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos.

— Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha Aliança em tua boca? Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!

— Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos.

— Quem me oferece um sacrifício de louvor, este sim é que me honra de verdade. A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus

EVANGELHO: Mt 23,1-12

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos e lhes disse: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo.
5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas.
6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

A sociedade e a Igreja são feitas de seres humanos que trazem consigo a marca da imperfeição. Somos incoerentes e contraditórios, dizemos e não fazemos. No entanto, o fato de a nossa natureza ser “corrompida” não significa que se deva proteger a corrupção com a impunidade. O que Jesus dizia sobre os escribas e os fariseus, as autoridades religiosas de seu tempo, continua válido em nossos dias. Aplica-se às autoridades civis e aplica-se às autoridades religiosas. Os profetas criticavam os sacerdotes e os reis não por serem religiosos e governantes, mas por não serem. Não eram o que deviam ser. Jesus recomenda ouvir o que dizem, uma vez que falam, sem, contudo, imitar o que fazem.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Inicío com o canto: Ó luz do Senhor, que vem sobre a terra, inunda meu ser, permanece em mim. Vou repetindo como um mantra essa invocação até sentir que meu ser está aberto e disponível para receber a Palavra de Deus.

Leitura (Verdade)
Releio o Evangelho de hoje quantas vezes julgar necessário. O que incomodava Jesus na atitude dos fariseus? Qual é a proposta de Jesus? Em que ela se diferencia da proposta dos escribas e fariseus?
“O Mestre, sempre envolvido de ternura e pronto para perdoar, tem palavras duras contra os escribas e os fariseus, pela autossuficiência e pela hipocrisia deles. Eles ensinam, mas não praticam, e quando fazem algum gesto religioso, é corrompido pela vaidade. Há uma diferença enorme entre os ensinamentos dos fariseus e a proposta de Jesus. Os primeiros estabelecem pesados fardos para os outros, enquanto o Mestre se dirige aos aflitos e pobres, apontando a leveza de sua proposta, alicerçada no amor. Ele aponta para uma verdadeira irmandade: um só é o Pai e todos somos irmãos. É um novo modo de viver, de agir e de dirigir-se ao Pai. Termina o tempo da lei cega e começa o reinando da fraternidade.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Qual foi a exortação de Jesus? Como compreendo e acolho essas orientações? Jesus pede para rejeitarmos a hipocrisia, a busca de honras e reconhecimento. É no serviço generoso aos irmãos que nossa vida ganha sentido e contribuímos, assim, para o crescimento da comunidade. Jesus confirma que o “maior dentre vós deve ser aquele que serve”.

Oração (Vida)
Ofereça a Deus os frutos de sua meditação e oração da Palavra. Apresente o desejo que brotou em seu coração e peça a graça de praticá-lo. Faça sua prece de agradecimento ou suplica.
Se desejar conclua com esta oração: “Jesus Mestre, agradeço as luzes que me destes nesta meditação. Perdoa-me os limites que me impediram de fazê-la melhor. Ofereço o desejo de seguir teus ensinamentos e peço que me fortaleças para ser fiel ao meu propósito.”

Contemplação (Vida e Missão)
Deus revela sua sabedoria aos simples. O que percebi que devo mudar a partir desta meditação orante? Relembro meus propósitos desta Quaresma.

Bênção
Benção especial da Quaresma

  • Deus Pai de misericórdia, conceda a todos, como concedeu ao filho pródigo, a alegria do retorno a casa. Amém.
  • O Senhor Jesus Cristo, modelo de oração e de vida, nos guie nesta jornada quaresmal a uma verdadeira conversão. Amém.
  • O Espírito de sabedoria e fortaleza nos sustente na luta contra o mal, para podermos com Cristo celebrar a vitória da Páscoa. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.
    Ir. Carmen Maria Pulga