Oração diária, Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha... - Lc 13,1-9

29ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

26 de outubro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que a minha vida seja uma contínua busca de comunhão contigo, por meio de um arrependimento sincero e de minha conversão urgente para ti.

PRIMEIRA LEITURA: Rm 8,1-11

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos – Irmãos, 1não há mais condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus. 2Pois a lei do Espírito que dá a vida em Jesus Cristo te libertou da lei do pecado e da morte.
3Com efeito, aquilo que era impossível para a Lei, já que ela estava enfraquecida pela carne, Deus o realizou; tendo enviado seu próprio Filho numa condição semelhante àquela da humanidade pecadora, e por causa justamente do pecado, condenou o pecado em nossa condição humana, 4para que toda a justiça exigida pela Lei seja cumprida em nós que não procedemos segundo a carne, mas segundo o Espírito.
5Os que vivem segundo a carne aspiram pelas coisas da carne; os que vivem segundo o Espírito, aspiram pelas coisas do Espírito.
6Na verdade, as aspirações da carne levam à morte e as aspirações do Espírito levam à vida e à paz. 7Tudo isso, porque as tendências da carne são inimizade contra Deus: Não se submetem – nem poderiam submeter-se – à Lei de Deus.
8Os que vivem segundo a carne não podem agradar a Deus. 9Vós não viveis segundo a carne, mas segundo o Espírito, se realmente o Espírito de Deus mora em vós.
Se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo. 10Se, porém, Cristo está em vós, embora vosso corpo esteja ferido de morte por causa do pecado, vosso espírito está cheio de vida, graças à justiça. 11E, se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos mora em vós, então aquele que ressuscitou Jesus Cristo dentre os mortos vivificará também vossos corpos mortais por meio do seu Espírito que mora em vós

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 23(24)

 — É assim a geração dos que buscam vossa face, ó Senhor, Deus de Israel.
— É assim a geração dos que buscam vossa face, ó Senhor, Deus de Israel.

— Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, o mundo inteiro com os seres que o povoam; porque ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável.

— “Quem subirá até o monte do Senhor, quem ficará em sua santa habitação?” “Quem tem mãos puras e inocente coração.

— Quem não dirige sua mente para o crime. Sobre este desce a bênção do Senhor e a recompensa de seu Deus e Salvador.” “É assim a geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face.”

EVANGELHO: Lc 13,1-9

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

1Naquele tempo, vieram algumas pessoas trazendo notícias a Jesus a respeito dos galileus que Pilatos tinha matado, misturando seu sangue com o dos sacrifícios que ofereciam. 2Jesus lhes respondeu: “Vós pensais que esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus, por terem sofrido tal coisa? 3Eu vos digo que não. Mas se vós não vos converterdes, ireis morrer todos do mesmo modo. 4E aqueles dezoito que morreram, quando a torre de Siloé caiu sobre eles? Pensais que eram mais culpados do que todos os outros moradores de Jerusalém? 5Eu vos digo que não. Mas, se não vos converterdes, ireis morrer todos do mesmo modo”. 6E Jesus contou esta parábola: “Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha. Foi até ela procurar figos e não encontrou. 7Então disse ao vinhateiro: ‘Já faz três anos que venho procurando figos nesta figueira e nada encontro. Corta-a! Por que está ela inutilizando a terra?’
8Ele, porém, respondeu: ‘Senhor, deixa a figueira ainda este ano. Vou cavar em volta dela e colocar adubo. 9Pode ser que venha a dar fruto. Se não der, então tu a cortarás’”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Converter-se e dar frutos. Para dar frutos a planta precisa ser bem tratada e estar num ambiente favorável ao seu desenvolvimento. O agricultor pediu tempo para tratar a terra na qual estava plantada uma figueira que não dava frutos. Há plantas que precisam também da ajuda de uma abelha para a polinização. O dono da figueira dizia que ela estava ocupando inutilmente a terra. O agricultor pediu tempo e paciência antes de cortá-la. Se estamos conscientes da nossa situação, não é bom deixar a conversão para amanhã. Faça já o que tem que ser feito e tome decisões firmes. A conversão, porém, vem acompanhada do martírio da paciência, da paciência histórica e da paciência que tudo alcança!

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Leia o Evangelho, imagine a cena descrita por Lucas e entre na intimidade do dom de Deus. Preste atenção quem são os interlocutores de Jesus. Depois, coloque-se aos pés do Mestre e, com os ouvidos do coração, escute o que o Evangelho lhe diz. Em oração, fale a Deus com o coração.

Leitura (Verdade)
“Na mentalidade comum daquele tempo, o castigo era proporcional aos erros cometidos. E o mundo era dividido entre bons e maus de maneira quase absoluta. Jesus corrige este modo de pensar e coloca um horizonte maior. Trata-se da figueira estéril, cheia de vistosas folhas, mas sem qualquer fruto. A primeira atitude corresponde ao pensar comum. Aí surge a alternativa da misericórdia: dar-lhe mais tempo e possibilidades. Diferentemente às mortes relatadas por violência, a figueira deve morrer porque é inútil. Em Jesus há um tempo aberto à graça e à conversão. A misericórdia é infinita, mas o tempo não. Agora é o tempo de produzir frutos. O texto nos lembra da parábola dos talentos e do servo que enterrou o tesouro” (Frei Aldo Colombo, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).
O que diz o texto? O que Jesus espera de nossas ações? Quem o agricultor que pede tempo para cultivar a figueira representa? Não bastam as folhas; é preciso dar frutos em nossa vida.

Meditação (Caminho)
Jesus supera a mentalidade do Antigo Testamento e exemplifica, com uma parábola, que o Pai é misericordioso com quem se dispõe a ser cultivado. Você tem os sentimentos do Pai, compaixão e capacidade de ajudar quem precisa crescer e dar frutos na fé? Como a Palavra alimenta seu proceder? Como ela ilumina seus pensamentos e atitudes? Você se deixa cultivar também?

Oração (Vida)
“Fazei-me conhecer, Senhor, o meu fim e qual há de ser a medida dos meus dias. Quero conhecer o quanto sou efêmero! O homem se esvai como uma imagem. Por nada se agita, acumulando bens e não conhece quem os colherá. Em ti está minha esperança, Senhor. Liberta-me de todas as minhas culpas, não faças de mim um ultraje do estulto. Ouve a minha oração, Senhor. Dá ouvido ao meu grito. Não sejas surdo às minhas lágrimas, porque, junto a ti, eu sou um peregrino, como todos os meus pais. Desvia de mim o olhar e retoma o alento, antes que parta e deixe de existir.” (cf. Salmo 39)

Contemplação (Vida e Missão)
No silêncio do coração, contemple a figueira que se deixou cultivar para dar frutos. Que frutos novos você gostaria de apresentar ao Senhor da figueira?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas