Liturgia diária Seguir o Mestre com humildade - Mc 8,34 – 9,1

6ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

21 de fevereiro de 2020

Deseja ler a liturgia diária do dia 20 de fevereiro Clique aqui

ORAÇÃO DO DIA

Pai, transforma-me num seguidor fiel de Jesus, que saiba carregar a própria cruz e pôr-se no seguimento dele, mesmo devendo suportar humilhação e até a morte.

PRIMEIRA LEITURA: Tg 2,14-24.26

Leitura da carta de são Tiago: 14Meus irmãos, de que adianta alguém dizer que tem fé, quando não a põe em prática? A fé seria então capaz de salvá-lo? 15Imaginai que um irmão ou uma irmã não tem o que vestir e que lhe falta a comida de cada dia; 16se então alguém de vós lhe disser: “Ide em paz, aquecei-vos”, e: “Comei à vontade”, sem lhe dar o necessário para o corpo, que adiantará isso? 17Assim também a fé: se não se traduz em obras, por si só está morta. 18Em compensação, alguém poderá dizer: “Tu tens a fé e eu tenho a prática! Tu, mostra-me a tua fé sem as obras, que eu te mostrarei a minha fé pelas obras! 19Crês que há um só Deus? Fazes bem! Mas também os demônios crêem isso, e estremecem. 20Queres então saber, homem insensato, como a fé sem a prática é vã? 21O nosso pai Abraão foi declarado justo: não será por causa de sua prática, até o ponto de oferecer seu filho Isaac sobre o altar? 22Como estás vendo, a fé concorreu para as obras, e, graças às obras, a fé tornou-se completa. 23Foi assim que se cumpriu a Escritura que diz: ‘Abraão teve fé em Deus, e isto lhe foi levado em conta de justiça, e ele foi chamado amigo de Deus”’. 24Estais vendo, pois, que o homem é justificado pelas obras e não simplesmente pela fé. 26Assim como o corpo sem o espírito é morto, assim também a fé, sem as obras, é morta.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 112(111)

— Feliz é todo aquele que ama com carinho a lei do Senhor Deus.

— Feliz é todo aquele que ama com carinho a lei do Senhor Deus.

— Feliz o homem que respeita o Senhor e que ama com carinho a sua lei! Sua descendência será forte sobre a terra, abençoada a geração dos homens retos!

— Haverá glória e riqueza em sua casa, e permanece para sempre o bem que fez. Ele é correto, generoso e compassivo, como luz brilha nas trevas para os justos.

— Feliz o homem caridoso e prestativo, que resolve seus negócios com justiça. Porque jamais vacilará o homem reto, sua lembrança permanece eternamente!

EVANGELHO: Mc 8,34-9,1

 Naquele tempo,34chamou Jesus a multidão com seus discípulos e disse: “Se alguém me quer seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga. 35Pois quem quiser salvar a sua vida vai perdê-la; mas quem perder a sua vida por causa de mim e do Evangelho vai salvá-la. 36Com efeito, de que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro se perde a própria vida? 37E o que poderia o homem dar em troca da própria vida? 38Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras diante dessa geração adúltera e pecadora, também o Filho do Homem se envergonhará dele quando vier na glória do seu Pai com seus santos anjos”. 9,1Disse-lhes Jesus: “Em verdade vos digo, alguns dos que aqui estão não morrerão sem antes terem visto o Reino de Deus chegar com poder”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

O Jesus que caminha conosco e vai a nossa frente é o Jesus Crucificado. Por isso nossa glória está na cruz, na qual morreu Jesus. Nossa vida de cada dia não é simples. É até bastante complicada. Vivemos em meio às complicações da natureza, complicações que nós mesmos criamos, complicações causadas por outros com boa ou com má vontade. Enfrentamos dificuldades, vivemos momentos de grandes sofrimentos, situações que se arrastam e parecem não encontrar um fim. Caminhamos carregando uma cruz que gostaríamos de não carregar. E ao nosso lado, caminhando conosco, está Jesus e sua cruz. Alguém anda sempre conosco e nos ajuda a não desanimar. O Reino de Deus, que chegará com poder, exige algum esforço e muito sacrifício. Contamos com Jesus, sem dúvida alguma, mas é bom também poder contar com alguém que o represente em sua bondade e misericórdia. O que significa perder a vida por causa de Cristo e de seu Evangelho? Pode significar não morrer inutilmente, e sim por uma causa: a de Cristo e de seu Evangelho.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
A Palavra da liturgia de hoje é clara e universal. Jesus chama a multidão e os discípulos. Convida cada um em particular a tomar a própria cruz e segui-lo. Oro para ter a graça de compreender os ensinamentos que Jesus nos dirige:
“Espírito Santo, estamos diante de Vós, sob o peso de nossas culpas, mas reunidos em Vosso nome. Vinde a nós e ficai conosco! Penetrai em nossos corações.
Ensinai-nos o que devemos fazer, que caminho seguir; mostrai-nos como devemos agir para podermos, com Vossa ajuda, agradar-Vos em tudo. Que somente Vós sejais o inspirador e o doador de nossos pensamentos. Vós, que amais infinitamente a equidade, não permitais que subvertamos a justiça.
Que a ignorância não nos leve a praticar o mal, nem nos deixemos guiar pela parcialidade, nem por interesses pessoais, mas sejamos firmemente unidos a Vós, para que sejamos uma só coisa convosco, jamais nos desviando da verdade. Espírito Santo, assim como nos reunimos em Vosso nome, do mesmo modo, guiados pelo Vosso amor, que permaneçamos na justiça. E que nesta terra jamais nos afastemos de Vós e, na vida futura, alcancemos a felicidade eterna.
. Vinde, Espírito Santo Criador, visitai as almas daqueles que são Vossos; enchei com Vossa Graça Celestial os corações que criastes!
Vós sois o Divino Consolador, o dom inefável do Altíssimo; a fonte viva, o fogo, a caridade, a unção espiritual das almas.
Concedei-nos Vossos santos dons! Colocai Vossas Palavras em nossos lábios ascendei Vossa Luz em nossas almas; insuflai Vosso amor em nossos corações e amparai sempre com Vossa força, nossa carne desfalecida.
Afastai para longe de nós o inimigo, apressai-Vos em dar-nos a paz; fazei com que, sob Vossa condução, evitemos tudo que nos seja prejudicial; fazei com que por Vós, conheçamos o Pai, assim como o Filho, e Vós, que procedeis do Pai e do Filho, sede sempre o objeto de nossa crença.
. Glória a Deus Pai, a seu Filho, que ressuscitou dos mortos assim como o Paráclito, por todos os séculos. Amém.” ( Concílio de Toledo IV).

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Qual a proposta de Jesus?
“Jesus chama as multidões e seus discípulos. Isto significa que o ensinamento a ser dado tem valor universal; são ensinamentos válidos para todos. Os demagogos e populistas prometem maravilhas e depois não as realizam. Jesus oferece aos seus um caminho muito duro. Quem quiser segui-lo precisa abraçar a cruz e saber perder. Não se trata da cruz de Cristo, mas a cruz de cada um. É a cruz do sofrimento, da contradição e do esforço para seguir os ensinamentos do Mestre. Saber perder é assumir, sobretudo, a dimensão do serviço. Aquele que serve coloca o irmão em primeiro lugar. Saber perder é também, no confronto com os bens materiais, vender tudo para adquirir a pérola preciosa, que simboliza o Reino.” (Viver a Palavra- 2020 – Frei Aldo Colombo- Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Que sentimentos brotam em mim a partir desta meditação? Como carrego minha cruz? Jesus não pede que carreguemos a cruz dos outros, e sim, a nossa. Sou responsável com meus deveres? Assumo a consequência de meus atos?

Oração (Vida)
Oração a Jesus Crucificado
Eis-me aqui, ó bom e dulcíssimo Jesus; prostrado de joelhos diante da vossa Divina Presença, Vos peço e suplico com o mais ardente fervor, que imprimais no meu coração vivos sentimentos de fé, esperança e caridade, e um verdadeiro arrependimento dos meus pecados, com vontade firmíssima de os emendar; enquanto eu, com grande afeto e dor de alma, considero e medito nas vossas Cinco Chagas, tendo diante dos olhos o que já o Santo Profeta David dizia por Vós, ó bom Jesus: “Trespassaram as minhas mãos e os meus pés, e contaram todos os meus ossos”.

Contemplação (Vida e Missão)
Aproximo-me do Apóstolo Paulo e peço-lhe a graça de afirmar como ele: “Ai de mim se eu não anunciar o Evangelho! Não é para mim, motivo de glória, mas um dever que se me impõe”.(I cor 9,16).

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.
    Paulinas

[apss_share]