Oração diária, A graça de Deus estava com ele - Lc 2,36-40

6º Dia da Oitava de Natal – Ano Litúrgico A

30 de dezembro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me a graça de ser piedoso e justo como as pessoas envolvidas no mistério da encarnação de teu Filho Jesus. Sejam elas para mim fonte de perene inspiração.

PRIMEIRA LEITURA: 1Jo 2,12-17

Leitura da Primara Carta de São João 12Eu vos escrevo, filhinhos: os vossos pecados foram perdoados por meio do seu nome. 13Eu vos escrevo, pais: vós conheceis aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevo, jovens: vós vencestes o Maligno.
14Já vos escrevi, filhinhos: vós conheceis o Pai. Já vos escrevi, jovens: vós sois fortes, a Palavra de Deus permanece em vós e vencestes o Maligno.
15Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai. 16Porque tudo o que há no mundo – as paixões da natureza, a concupiscência dos olhos e a ostentação da riqueza – não vem do Pai, mas do mundo.
17Ora, o mundo passa, e também a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO Sl 95(96)

         — O céu se rejubile e exulte a terra!
— O céu se rejubile e exulte a terra!

— Ó família das nações, dai ao Senhor, ó nações, dai ao Senhor poder e glória, dai-lhe a glória que é devida ao seu nome!

— Oferecei um sacrifício nos seus átrios, adorai-o no esplendor da santidade, terra inteira, estremecei diante dele!

— Publicai entre as nações: Reina o Senhor! Ele firmou o universo inabalável, e os povos ele julga com justiça.

EVANGELHO: Lc 2,36-40

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 36havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido.
37Depois ficara viúva, e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações. 38Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. 39Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor, voltaram à Galileia, para Nazaré, sua cidade. 40O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Conhecemos a profetisa Ana apenas por esta passagem do Evangelho de Lucas. Ela viu o Salvador no dia da sua apresentação no Templo. Louvou a Deus e falou do Menino a quem estava por lá. Era viúva e piedosa. Estava sempre no Templo servindo a Deus com jejuns e orações. Maria e José voltaram com o Menino Jesus para Nazaré, onde tinham residência e lá viveram até o dia em que Jesus se presentou a João Batista para ser batizado no rio Jordão. São José faleceu em Nazaré e depois Jesus foi morar com Maria em Cafarnaum, no lago de Genesaré. Diz São Lucas que o Menino foi crescendo, ficando forte e cheio de sabedoria, e a graça de Deus estava com ele. Este é o resumo de trinta anos de vida em Nazaré. Parece pouco, mas diz tudo. Deste período de vida de Jesus surge na Igreja a espiritualidade de Nazaré, que é simplesmente a vida de cada dia, na sua maior naturalidade, vivida no silêncio sob o olhar de Deus. Em Nazaré, Jesus foi simplesmente alguém perfeitamente normal como os de sua idade. José era conhecido como carpinteiro. Dizem que os jovens da época frequentavam a cidade de Séforis, a sete quilômetros de Nazaré.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Peçamos que o Espírito Santo venha em nosso auxílio e nos mostre o que a Palavra deseja realizar na vida de cada um de nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Rezemos: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que Ele nos conceda a vida e nos ensine a plenitude da verdade. Que nele encontremos salvação, felicidade e plenitude de amor. Vós sois a vida nova, fazei que também eu possa servir-me do exemplo de Ana, e deixar-me conduzir pelo Espírito Santo dentro da minha Igreja-comunidade. Com a vossa graça poderei anunciar com fervor o vosso Evangelho e os ensinamentos cristãos.

Leitura (Verdade)
Faça outra leitura atenta do Evangelho. O que diz o texto? Quais personagens são citados? A quem Jesus está instruindo? Qual é o apelo central da Palavra de hoje? Retome as expressões que chamaram sua atenção.
“Ana é apresentada com as credenciais de uma judia fiel. Como profetisa, ela é provida do Espírito Santo e, por isso, capaz de reconhecer no Menino o instrumento escolhido para realizar o projeto libertador de Deus. A narrativa dá um detalhe: “Não saía do templo”. Hoje, muitos cristãos aceitam o Cristo mas não aceitam a comunidade cristã. Sua fé se torna subjetiva e, por vezes, dizem: “Não entendo o que a Igreja faz”. Porque estão afastados da comunidade, tornam-se de alguma maneira fundadores de sua própria religião, uma religião à moda da casa. Igreja santa e pecadora, ela é assistida pelo Espírito Santo. É a nossa casa, a casa dos irmãos, onde nos reunimos para partilhar o pão e a palavra.” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que essa narrativa me ensina? Como considero a minha vida cristã? Como vejo a minha Igreja, templo, a minha Igreja comunidade? Qual é meu empenho para com elas? A igreja templo e comunidade é a minha casa onde eu me encontro com meus irmãos de fé para viver a Eucaristia e a Palavra sem me esquecer da ajuda fraterna.

Oração (Vida)
Jesus como é bom saber que, apesar de Herodes querer te matar, por medo de perder o poder, Deus Pai te defendeu, com os cuidados de Maria e José. Assim, tu cresceste em idade, sabedoria e, a graça de Deus estava contigo. Que todas as crianças que chegam a esse mundo possam contar com esses privilégios. Obrigada Menino Jesus. Cuida de nossas crianças. Todas elas! Amém.

Contemplação (Vida e Missão)
Como é bom contemplar em silêncio essa cena do Evangelho olhando para Ana, a viúva que se dedica ao serviço do templo. Olhar para o Menino Jesus que vai crescendo em sabedoria, idade e graça. Na contemplação acolho as moções de Deus para mim.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas