Liturgia diária A multidão como ovelhas sem pastor - Mc 6,30-34

4ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

08 de fevereiro de 2020

Deseja ler a liturgia diária do dia 07 de fevereiro Clique aqui

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me as disposições necessárias para eu realizar bem a missão recebida de Jesus, tendo-o sempre como modelo.

PRIMEIRA LEITURA: 1Rs 3,4-13

Leitura do Primeiro Livro dos Reis

Naqueles dias, 4o rei Salomão foi a Gabaon para oferecer um sacrifício, porque esse era o lugar alto mais importante. Salomão ofereceu mil holocaustos naquele altar.
5Em Gabaon, o Senhor apareceu a Salomão, em sonho, durante a noite, e lhe disse: “Pede o que desejas e eu to darei”. 6Salomão respondeu: “Tu mostraste grande benevolência para com teu servo Davi, meu pai, porque ele andou na tua presença com sinceridade, justiça e retidão de coração para contigo. Tu lhe conservaste esta grande benevolência, e lhe deste um filho que hoje ocupa o seu trono.
7Portanto, Senhor meu Deus, tu fizeste reinar o teu servo em lugar de Davi, meu pai. Mas eu não passo de um adolescente, que não sabe ainda governar. 8Além disso, teu servo está no meio do teu povo eleito, povo tão numeroso que não se pode contar ou calcular. 9Dá, pois, a teu servo, um coração compreensivo, capaz de governar o teu povo e de discernir entre o bem e o mal. Do contrário, quem poderá governar este teu povo tão numeroso?” 10Esta oração de Salomão agradou ao Senhor. 11E Deus disse a Salomão: “Já que pediste estes dons e não pediste para ti longos anos de vida, nem riquezas, nem a morte de teus inimigos, mas sim sabedoria para praticar a justiça, 12vou satisfazer o teu pedido; dou-te um coração sábio e inteligente, como nunca houve outro igual antes de ti. 13Mas dou-te também o que não pediste, tanta riqueza e tanta glória como jamais haverá entre os reis, durante toda a tua vida.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 119(118)

         — Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!
— Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!

— Como um jovem poderá ter a vida pura? Observando, ó Senhor, vossa palavra.

— De todo coração eu vos procuro, não deixeis que eu abandone a vossa lei!

— Conservei no coração vossas palavras, a fim de que eu não peque contra vós.

— Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; os vossos mandamentos ensinai-me!

— Com meus lábios, ó Senhor, eu enumero os decretos que ditou a vossa boca.

— Seguindo vossa lei me rejubilo muito mais do que em todas as riquezas.

EVANGELHO: Mc 6,30-34

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 30os apóstolos reuniram-se com Jesus e contaram tudo o que haviam feito e ensinado. 31Ele lhes disse: “Vinde sozinhos para um lugar deserto, e descansai um pouco”. Havia, de fato, tanta gente chegando e saindo que não tinham tempo nem para comer. 32Então foram sozinhos, de barco, para um lugar deserto e afastado. 33Muitos os viram partir e reconheceram que eram eles. Saindo de todas as cidades, correram a pé, e chegaram lá antes deles. 34Ao desembarcar, Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Os apóstolos voltaram da missão e apresentaram seu relatório a Jesus. Jesus é a figura do Adão que Deus imaginou para este mundo. Imaginou, porque o fez à sua imagem e semelhança. E aqui está o novo Adão, que é o próprio Deus encarnado, revelando seu coração humano. Eles chegam cansados e Jesus os leva a um lugar tranquilo para que descansem. Jesus é sensível e percebe a situação em que os outros se encontram. Se ele fosse insensível, não perceberia nada. Seu coração é humano, por isso gostamos tanto do Sagrado Coração de Jesus. A multidão corre atrás de Jesus e mais uma vez ele sintoniza-se com aquele povo necessitado de ensinamento, de alimento, de saúde. Sente pena ao ver tanta gente abandonada à própria sorte. Compara a multidão a ovelhas sem pastor. Diz, então, o evangelista que Jesus começou a ensinar-lhes muitas coisas. Jesus está sempre ensinando, explicando as Escrituras, fazendo gestos, contando parábolas. O que Jesus teria ensinado naquela ocasião? Ele gostaria que fôssemos verdadeiramente humanos no trato uns com os outros. Assim, o Pai se sentiria honrado e feliz com seus filhos e filhas.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Que Jesus abra meu olhar interior para compreender bem sua palavra de advertência contra o ativismo. Senhor Jesus ensina-me a parar, a me distanciar pelo menos com o pensamento, algumas vezes durante o dia, para pensar em ti. Às vezes, não me permito descansar nem aos Domingos. Senhor ensina-me a dar prioridade ao necessário para ser feliz contigo. Desapega-me do supérfluo. Afasta de mim a tentação do ganho, do lucro pelo lucro. Encha meu coração de compaixão pelos mais necessitados e carentes do teu amor e misericórdia.

Leitura (Verdade)
Qual é o tema central dessa narrativa? Parece haver uma contradição: descansar ou trabalhar até a exaustão? Quando descansar e quando abdicar até mesmo ao descanso? O que Jesus me ensina propriamente? “Marcos usa um artifício literário: enquanto os apóstolos estavam em missão, narra a morte de João Batista. Agora eles retornam e falam da acolhida da Boa-Nova. Jesus é de opinião que merecem um descanso, mas sua estratégia parece ter falhado. A multidão o segue. Jesus não se irrita, mas se enche de compaixão pelas multidões, que andam perdidas, como ovelhas sem pastor. Jesus é o bom pastor, que irá providenciar a Palavra da Boa-Nova e, logo em seguida, o alimento corporal, o pão partilhado. A disponibilidade é encontrar tempo e vontade quando não temos nem vontade nem tempo. Jesus ensina como a necessidade do irmão deve estar em primeiro lugar. Não podemos ficar com o mínimo, mas com o máximo possível.” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Jesus ensina como a necessidade do irmão deve estar em primeiro lugar. Ele está de acordo que devemos descansar. Mas, se as necessidades dos irmãos são mais urgentes do que o descanso, é necessário abdicar o descanso em favor dos irmãos. Sempre que há uma catástrofe encontramos grandes testemunhos dessa compaixão. Mas é necessário estarmos atentos, mesmo quando uma ovelhinha só cai num abismo, de qualquer espécie, para correr em seu socorro.

Oração (Vida)
Ao sair do barco, Jesus viu uma grande multidão e disse: “Tenho compaixão por esse povo, porque são como ovelhas que não têm pastor”. E começou, então, a ensinar-lhes muitas coisas. Jesus ensina-me a encher-me de compaixão pelos meus irmãos e irmãs que não conhecem a tua compaixão e nem a tua misericórdia. Que eu seja capaz de lhes revelar, como minhas atitudes de vida, esse teu coração compassivo e misericordioso. Rezo algumas invocações da Ladainha do Sagrado Coração de Jesus: Coração de Jesus rico em misericórdia, tende piedade de nós; Coração de Jesus transpassado pela lança, tende piedade de nós; Coração de Jesus saturado de ofensas, tende piedade de nós; Coração de Jesus fornalha ardente de amor e compaixão, tende piedade de nós, Coração de Jesus, Bom Pastor, tende piedade de nós.

Contemplação (Vida e Missão)
Contemplo o coração sagrado de Jesus, coração de Bom Pastor, do qual emanam raios de amor, misericórdia e compaixão para com toda a humanidade. Deixo que esses raios me atinjam e me tornem semelhante a ele, cheio de compaixão espiritual e compaixão humana.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas