Oração diária - Vinde, o banquete está pronto! O Reino de Deus

31ª Semana Comum – Ano Litúrgico C

01 de novembro de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, tu me convidas cada dia para participar das alegrias de teu Reino. Que eu saiba acolher teu convite paterno, fazendo-me solidário com os pobres e os deserdados deste mundo.

PRIMEIRA LEITURA: Fl 2,5-11

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses – Irmãos, 5tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus. 6Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação, 7mas ele esvaziou-se a si mesmo assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, 8humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz. 9Por isso, Deus o exaltou acima de tudo e lhe deu o Nome que está acima de todo nome. 10Assim, ao nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra, 11e toda língua proclame: “Jesus Cristo é o Senhor” para a glória de Deus Pai. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 21

          — Ó Senhor, sois meu louvor em meio à grande assembleia!
— Ó Senhor, sois meu louvor em meio à grande assembleia!

— Cumpro meus votos ante aqueles que vos temem! Vossos pobres vão comer e saciar-se, e os que procuram o Senhor o louvarão; seus corações tenham a vida para sempre!”

— Lembrem-se disso os confins de toda a terra, para que voltem ao Senhor e se convertam, e se prostrem, adorando, diante dele todos os povos e as famílias das nações. Pois ao Senhor é que pertence a realeza; ele domina sobre todas as nações. Somente a ele adorarão os poderosos.

— Toda a minha descendência há de servi-lo; às futuras gerações anunciará, o poder e a justiça do Senhor; ao povo novo que há de vir, ela dirá: “Eis a obra que o Senhor realizou!”

EVANGELHO: Lc 14,15-24

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 15um homem que estava à mesa disse a Jesus: “Feliz aquele que come o pão no Reino de Deus!” 16Jesus respondeu: “Um homem deu um grande banquete e convidou muitas pessoas. 17Na hora do banquete, mandou seu empregado dizer aos convidados: ‘Vinde, pois tudo está pronto’.
18Mas todos, um a um, começaram a dar desculpas. O primeiro disse: ‘Comprei um campo, e preciso ir vê-lo. Peço-te que aceites minhas desculpas’. 19Um outro disse: ‘Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-las. Peço-te que aceites minhas desculpas’. 20Um terceiro disse: ‘Acabo de me casar e, por isso, não posso ir’.
21O empregado voltou e contou tudo ao patrão. Então o dono da casa ficou muito zangado e disse ao empregado: ‘Sai depressa pelas praças e ruas da cidade. Traze para cá os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos’.
22O empregado disse: ‘Senhor, o que tu mandaste fazer foi feito, e ainda há lugar’. 23O patrão disse ao empregado: ‘Sai pelas estradas e atalhos, e obriga as pessoas a virem aqui, para que minha casa fique cheia’. 24Pois eu vos digo: nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete”

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Jesus está sempre pensando em pobres, aleijados, coxos e cegos. A história agora é outra, mas se faz com eles também. Houve um grande banquete e os convidados não foram. Cada um encontrou uma desculpa, deixando irritado o dono da festa. Mas não foram. Tudo estava preparado, os lugares vazios, um desperdício, sem os convidados não haveria festa. Mas houve. Os convidados estavam certos de que sem eles não haveria festa, tão importantes eram. Só não imaginavam que seu lugar poderia ser ocupado por outros, e imaginavam menos ainda que esses outros fossem os habitualmente excluídos das festas. Os empregados encheram a casa com moradores de rua. A história se refere a Israel que não aceitou a festa de Jesus, e se refere também a todos aqueles que acham que sem eles nada vai acontecer por serem não apenas inesquecíveis, mas também insubstituíveis.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Hoje é o Dia de Todos os Santos. Recordemos cada um deles e peçamos que intercedam por todos nós, que também caminhamos buscando alcançar a graça da santidade. Que a luz do Espírito Santo nos ilumine. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Você, que reza conosco pela primeira vez, observe que seguimos os passos da leitura orante. Nesta etapa da leitura, propomos que você leia o texto quantas vezes julgar necessário, destacando os verbos e os personagens que aparecem na narrativa, para compreendê-la melhor. O Evangelho de hoje fala sobre alguém que deu um grande banquete e convidou muitas pessoas, mas elas deram várias desculpas e não compareceram. O que fez o dono da festa? Leia o texto com bastante atenção e descubra sua mensagem central.

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Ao identificar a mensagem central do Evangelho, você provavelmente se sentiu tocado(a). Qual palavra o Senhor lhe dirigiu? De que modo Ele mais o(a) tocou? Foi por meio de algum dos personagens? Lembre-se de que neste passo da leitura orante você é convidado(a) a meditar sobre a Palavra, a escutar o que Deus lhe diz por meio dela.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Que oração você deseja fazer neste momento? É uma oração de louvor, de agradecimento, de súplica? Aproxime-se de Deus Pai, Filho e Espírito Santo e faça a sua oração.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Neste momento de contemplação, mantenha-se em silêncio e guarde em seu coração o apelo que Deus lhe fez, para atendê-lo durante este dia.

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]