Oração diária, O Defensor que eu vos enviarei... - Jo 15,26–16,4a

6ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico C

27 de maio de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que o testemunho do Espírito cale fundo no meu coração e seja acolhido com discernimento e docilidade, de modo a consolidar minha fé no Senhor Jesus.

PRIMEIRA LEITURA: At 16,11-15

Leitura dos Atos dos Apóstolos –

11Embarcamos em Trôade e navegamos diretamente para a ilha de Samotrácia. No dia seguinte, ancoramos em Neápolis, 12de onde passamos para Filipos, que é uma das principais cidades da Macedônia, e que tem direitos de colônia romana. Passamos alguns dias nessa cidade.
13No sábado, saímos além da porta da cidade para um lugar junto ao rio, onde nos parecia haver oração. Sentados, começamos a falar com as mulheres que estavam aí reunidas. 14Uma delas chamava-se Lídia; era comerciante de púrpura, da cidade de Tiatira. Lídia acreditava em Deus e escutava com atenção. O Senhor abriu o seu coração para que aceitasse as palavras de Paulo.
15Após ter sido batizada, assim como toda a sua família, ela convidou-nos: “Se vós me considerais uma fiel do Senhor, permanecei em minha casa”. E forçou-nos a aceitar.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 149

          —O Senhor ama seu povo de verdade.
— O Senhor ama seu povo de verdade.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, e o seu louvor na assembleia dos fiéis! Alegre-se Israel em quem o fez, e Sião se rejubile no seu Rei!

— Com danças glorifiquem o seu nome, toquem harpa e tambor em sua honra! Porque, de fato, o Senhor ama seu povo e coroa com vitória aos seus humildes.

— Exultem os fiéis por sua glória, e cantando se levantem de seus leitos, com louvores do Senhor em sua boca, eis a glória para todos os seus santos.

EVANGELHO: Jo 15,26–16,4a

        – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
15,26“Quando vier o Defensor que eu vos mandarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim.
27E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o começo. 16,1Eu vos disse estas coisas para que a vossa fé não seja abalada. 2Expulsar-vos-ão das sinagogas, e virá a hora em que aquele que vos matar julgará estar prestando culto a Deus. 3Agirão assim, porque não conheceram o Pai, nem a mim. 4aEu vos digo isto, para que vos lembreis de que eu o disse, quando chegar a hora”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Jesus vai partir, vamos ficar com o Espírito Santo e teremos que enfrentar as oposições do mundo. Não compreenderam Jesus, não compreenderão a sua Igreja. Nada estranho, portanto, se tivermos problemas a enfrentar. Problemas causados pela opção que fizemos por Cristo e seu Evangelho. Problemas causados pela defesa da verdade e da vida. Problemas provenientes de nossas convicções de fé. Não problemas criados por nosso pecado, por nosso egoísmo, por nossa mesquinhez. Deveremos nos preocupar se não tivermos ninguém contra nós, se todos estiverem de acordo conosco. Será talvez um sinal de abandono do Espírito da Verdade. Com o Espírito da Verdade, seremos livres. Seremos os adoradores que o Pai deseja. Nos últimos anos temos visto comunidades cristãs dizimadas, perseguidas, atacadas de muitas maneiras com inúmeros mártires de todas as idades, que testemunharam sua fidelidade a Cristo e ao Evangelho. Não nos esqueçamos, porém, que também os cristãos, em épocas de superioridade, de participação no poder dos governantes deste mundo, fizeram muita gente sofrer. A Igreja tem consciência disso e procura reparar de alguma maneira a dor causada pela inquisição, pelas cruzadas e pelo holocausto judaico.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
O Evangelho de hoje nos ajuda a compreender a missão do Espírito Santo. Guiados pelo Espírito, os discípulos darão testemunho de Jesus e se manterão fiéis ao seu projeto, mesmo diante das perseguições. Que possamos acolher a Palavra em nossa vida e concretizar em nosso dia os ensinamentos de Jesus.
Oração: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que Ele nos conceda a vida e nos ensine a plenitude da verdade. Que nele encontremos salvação, felicidade e plenitude de amor.”

Leitura (Verdade)
Leia o texto e repita as palavras ou frases que mais chamaram sua atenção. Você recorda outras citações bíblicas em que Jesus promete o envio do Espírito Santo?
“Tanto o Pai (14,26) quanto Jesus (15,26) enviam o Espírito Santo. O texto de hoje diz que é Jesus quem envia o ‘Espírito da Verdade’ que precede do Pai. ‘Espírito da Verdade’ (v. 26) porque ‘ensina e recorda as palavras de Jesus’ (14,26). O Espírito não fala de si mesmo, mas dá testemunho de Jesus, assim como a comunidade dos discípulos dará testemunho de Jesus pela ação do Espírito Santo: ‘Permaneçam em Jerusalém até receberdes a força do alto, o Espírito Santo, então sereis minhas testemunhas’ (At 1,8). Pensando defender Deus, e o seu nome, a comunidade cristã será perseguida, expulsa da sinagoga pelos judeus, como foi perseguido e morto o Senhor. A razão da perseguição permanece a mesma: falta de conhecimento do Pai e do Filho; imagem equivocada de Deus e de seu projeto; dureza de coração. Instruindo, assim, a comunidade, Jesus apresenta-se como verdadeiro profeta: ‘Eu vos falei assim para que vos recordeis do que eu disse, quando chegar a hora’ (16,4; ver: Dt 18,21-22)” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? Que luz Jesus lhe revela, com sua pessoa e sua mensagem? De que maneira esta passagem o(a) compromete? O que ela lhe pede?
“Para acolher o Espírito Santo é preciso deixá-lo agir livremente. É preciso humildade verdadeira e acolhimento na fé. A ação do Espírito de Deus, mesmo quando repercute nas obras e nos projetos humanos, dirige-se ao coração do homem para libertá-lo, abrindo caminho para o amor” (Trecho do livro “Ele está no meio de nós”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
“Vem, Espírito Criador, as mentes dos teus visita, enche com a graça do céu os corações que criaste. Tu que és chamado Paráclito, altíssimo dom de Deus, água viva, fogo, amor e unção espiritual. Doador dos sete dons, dedo da destra de Deus, solene promessa do Pai, pões nos lábios a Palavra. Acende a tua luz na mente, infunde no coração amor, aquilo que em nosso corpo está enfermo, cura-o com o teu eterno poder. Para longe repele o inimigo e a paz nos dá sem demora. E assim, por ti conduzidos, evitaremos todo o mal. Por ti conheçamos o Pai e conheçamos também o Filho, e em ti, Espírito de ambos, creiamos todos eternamente. Seja dada ao Pai a glória e ao Filho que ressuscitou dentre os mortos, pelo Espírito, pelos séculos dos séculos. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Que apelos a Palavra lhe fez? Que compromissos você deseja assumir em sua vida?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

[apss_share]